Feira de Santana: vereador defende regularização do transporte clandestino

David Evangelista Leite Neto defendeu a regularização do transporte clandestino.

David Evangelista Leite Neto defendeu a regularização do transporte clandestino.

O vereador David Neto (DEM), durante discurso na tribuna da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (23/02/2016), criticou a falta de segurança nos distritos, teceu elogios ao transporte coletivo urbano de Feira de Santana e defendeu a regularização do transporte clandestino.

Em consonância com o discurso da vereadora Cíntia Machado (PSC), o edil disse que os distritos de Feira de Santana estão desassistidos pela segurança pública. “Vereadora Cíntia, realmente, os distritos passam por dificuldades, precisam de mais viaturas, mais armamentos, mais homens da polícia. O Governo não faz nada pelo nosso município, o Governo não ajuda o nosso prefeito José Ronaldo a fazer uma segurança pública melhor”, avalia.

Mudando de foco, o democrata parabenizou as novas empresas São João e Rosa, que operam o sistema de transporte coletivo urbano de Feira de Santana, salientando que as pessoas estão satisfeitas com o serviço prestado, principalmente pela qualidade dos ônibus que são oferecidos. “A gente não vê mais ônibus quebrados na esquina, estamos vendo é uma prestação de serviço digno ao povo”, disse David, estendendo seus parabéns ao prefeito José Ronaldo de Carvalho pela melhoria do setor.

Transporte clandestino

No entanto, o edil diz ficar triste com “alguns cidadãos que fazem alguns conchavos e incentivam pessoas do transporte clandestino a continuarem praticando ato ilícito”.

David Neto denunciou que alguns carros do transporte clandestino estão circulando com um adesivo que impede os veículos de serem apreendidos pela fiscalização.  Segundo ele, o adesivo tem o seguinte slogan “trabalhando pelo povo”.

“É isso que eu acho um absurdo! Eu acho um absurdo porque nós temos no SMTT um homem digno, um homem de moral ilibada, um homem que trabalha pela transparência, que é o coronel Boaventura, um homem que tirou aquele ranço que antigamente tinha ali de delegacia. Hoje, você chega ali tem um escritório onde você é bem atendido; você não vê aquele tratamento mais dentro da SMTT, as pessoas são bem tratadas, inclusive tratadas com dignidade, como o cidadão feirense merece”, afirmou.

David Neto sugere para as pessoas que incentivam a clandestinidade no transporte de passageiros que, em vez de apoiar as práticas ilícitas, elas procurem buscar meios para que este tipo de transporte seja regularizado.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br