Feira de Santana: Líder defende educação do Município e tece críticas ao Governo Estadual

Vereador José Carneiro Rocha: "a gente não pode deixar de fazer comparações da questão salarial. Professores não têm reclamado, tanto que a APLB não luta e não reclama por melhores salários".

Vereador José Carneiro Rocha: “a gente não pode deixar de fazer comparações da questão salarial. Professores não têm reclamado, tanto que a APLB não luta e não reclama por melhores salários”.

Em discurso nesta quarta-feira (24/02/2016), na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, o  líder governista, vereador José Carneiro (PSL), reiterou que, ao contrário do Governo do Estado,  o Governo Municipal tem valorizado os professores.

“Dizer mais uma vez que o equivoco é muito grande. A gente não pode deixar de fazer comparações da questão salarial. Professores não têm reclamado, tanto que a APLB não luta e não reclama por melhores salários, diferente do Governo do Estado. O que eu disse, eu repito, o governador Rui Costa anunciou recentemente que não terá aumento para servidor público do Estado, seja na saúde, educação, para todos os servidores”, disse.

O edil observa que  tanto o vereador Edvaldo Lima quanto entidades de classes  não se manifestaram diante da declaração dada por Rui Costa. “Os senhores ouviram, colegas vereadores, o vereador Edvaldo Lima, combativo,  ouviu algum manifesto por parte de alguma entidade, seja ela a APLB, para no mínimo questionar o porquê de não se dar aumento? Não, se calam. Está tudo muito bom, está uma maravilha. Está tudo no ponto”, ironizou.

Situação do país

Na oportunidade, o edil leu uma matéria publicada no site Bahia na Política afirmando que a situação no país está cada vez pior. “Crise da construção civil leva a demissão em massa. A crise chegou à construção civil de Feira de Santana com toda a força. Uma empresa, que evita divulgar o nome, informou ao site Bahia na Política que de uma só vez demitiu 2200 operários. Não demitiu mais 1000 porque não tem como pagar as indenizações trabalhistas”.

BRT

Mudando de foco, o vereador José Carneiro fez duras críticas ao engenheiro Danilo Ferreira  acerca das suas  declarações de que trincheira do BRT estaria causando danos ao lençol freático.

“Acho, com todo respeito, que este cidadão, sobrinho do líder da Assembleia, não conseguiu até hoje um projeto, uma oportunidade para realizar projeto junto ao Governo do Estado. Se não tem competência, problema dele; fica se metendo com picuinha”, pontuou.

O líder governista  acredita que o sobrinho do deputado estadual Zé Neto (PT)  faz parte do grupo de pessoas que não querem o desenvolvimento da cidade. “Não tem respeito, se junta a aves de rapina, do quanto pior melhor. Querem ver a cidade estraçalhada, mas temos um bom gestor que transforma o tostão em milhão”,  afirmou.

Para o edil, a população não concorda com atitudes desta natureza. “Não posso e não devo acreditar que seja mais um pau mandado. O povo repudia atitudes mesquinhas, partidárias,  que visam exclusivamente tentar denegrir a imagem de um Governo, que ao longo dos anos nunca se ouviu falar de um ato que denigra a sua imagem. Nenhum cidadão foi ou será capaz de apontar qualquer ato ilícito do prefeito José Ronaldo”, afirmou Carneiro, citando o exemplo do Governo Federal e das prisões ocorridas na Operação Java Jato.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP)  rebateu o líder governista, enfatizando  o episódio envolvendo o senhor Constantino Portugal, que teria sido contratado irregularmente pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br