Feira de Santana – CUCA: a Galeria de Exposições Temporárias Carlo Barbosa

Complexo de edificações do Cuca abrigam o Museu Regional de Arte, a Galeria de Arte Carlo Barbosa, o Teatro do Cuca, o Seminário de Música, e as Oficinas de Criação Artística.

Complexo de edificações do Cuca abrigam o Museu Regional de Arte, a Galeria de Arte Carlo Barbosa, o Teatro do Cuca, o Seminário de Música, e as Oficinas de Criação Artística.

Fachada da Galeria de Exposições Temporárias Carlo Barbosa.

Fachada da Galeria de Exposições Temporárias Carlo Barbosa.

A Galeria de Exposições Temporárias Carlo Barbosa é parte da estrutura do complexo cultural do Centro Universitário de Cultura e Arte da Universidade Estadual de Feira de Santana (CUCA – UEFS).

O complexo cultural do CUCA compreende o conjunto de prédios localizados na Rua Conselheiro Franco, nº 66, Bairro Centro, Feira de Santana.

As edificações do Cuca abrigam o Museu Regional de Arte de Feira de Santana (MRA), a Galeria de Arte Carlo Barbosa, o Teatro do Cuca, o Seminário de Música, e as Oficinas de Criação Artística.

A Galeria

Galeria de Exposições Temporárias Carlo Barbosa – inicialmente Sala Carlo Barbosa – foi constituída em abril de 1998 (Portaria 343/98). Ele se constitui em espaço para difusão cultural e de apoio e estímulo aos artistas, em especial aos talentos emergentes. Um dos destaques é a possibilidade de comercialização de obras de arte.

Criada em 1998, a galeria pertencente ao Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA) da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) recebe o nome do artista plástico feirense Carlo Barbosa (1945-1988), autor da célebre obra O flagelo de Lucas (1987), uma das mais expressivas composições do autor, que alcançou projeção nacional nas décadas de 70 e 80.

Destinada a exposições individuais e coletivas de artistas feirenses, baianos e de outras regiões do país, a Galeria de Arte Carlo Barbosa abre espaço tanto para artistas consagrados quanto para iniciantes, contribuindo para suprir a grande lacuna aberta pela falta de incentivo e de políticas públicas voltadas às artes plásticas em nosso município, ao inserir Feira de Santana nos circuitos comerciais de arte do país.

Além de promover exposições, a Galeria disponibiliza as obras para aquisição pelo público visitante e desenvolve um trabalho educativo junto aos usuários, com vistas à qualificação do mercado de arte local, regional e estadual.

O espaço, que não possui acervo próprio, é considerado compatível com as melhores galerias do Estado e dispõe de refrigeração climatizada e reserva técnica para guarda do acervo flutuante, o que a torna um local requisitado no meio artístico.

Entre os seus objetivos da galeria, destacam-se:

– Promover exposições de artistas regionais e estaduais;

– Promover exposições do acervo flutuante;

– Disponibilizar o acervo para aquisição pelo público visitante.

A Galeria de Arte Carlo Barbosa permanece aberta à visitação pública, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.