Feira de Santana: ambulatório de pediatria do Hospital da Mulher conta com 11 especialidades

Crianças atendidas no ambulatório têm à disposição um leque de profissionais especializados.

Crianças atendidas no ambulatório têm à disposição um leque de profissionais especializados.

A oferta de 11 especialidades no ambulatório de pediatria confere ao Hospital Inácia Pinto dos Santos – Hospital da Mulher – a condição de excelência no atendimento, não somente à parturiente como também ao recém-nascido.

Crianças atendidas no ambulatório têm à disposição um leque de profissionais especializados nas mais diversas áreas da medicina, algo raramente encontrado em algum centro médico, tanto na iniciativa pública quanto privada.

Dentre as especialidades que atendem no ambulatório de pediatria estão neuropediatria, cardiologia, pneumologia, dermatologia, gastro, fisioterapia na emergência, ortopedia, nefrologia, hematologia e cirurgião.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (IHFS), que administra a unidade hospitalar, Gilberte Lucas, explica que além das especialidades, o Hospital da Mulher também investe em instalações e equipamentos. “Em 2013, passamos de seis para oito leitos na UTI neonatal”, informou.

Hospital da Mulher supera 664 mil atendimentos 

 Hospital Inácia Pinto dos Santos – o Hospital da Mulher – atingiu a marca dos 664.028 atendimentos computados ao longo de 24 anos de fundação. O serviço especializado para as mulheres foi iniciado no dia 30 de janeiro de 1992, tendo como referência a demanda espontânea e referenciada na urgência e emergência obstétrica, neonatologia e pediatria clínica.

Atualmente o Hospital da Mulher presta diversos serviços ao público, como internação, urgência, obstetrícia, cirurgia geral especializada, neonatologia e pediatria clínica, sempre buscando assistir a mulher no ciclo gravídico-puerperal e aos recém-nascidos, conforme explica a diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), Gilberte Lucas.

Em reconhecimento à qualidade dos serviços prestados à população, em 1995 o Hospital da Mulher conquistou o título de Hospital Amigo da Criança, concedido pela Fundação das Nações Unidas (Unicef). “O Hospital da Mulher possui ambulatório, consultório de atendimento médico, sala de acolhimento e classificação de risco, centro obstétrico, centro cirúrgico, uma UTI Neonatal, enfermarias, casa de puérpera, Mãe Canguru, laboratórios, serviços de nutrição e dietética, sala de radiologia, necrotério e banco de leite humano, funcionando como hospital de referência atendendo a demanda da zona urbana e rural do município”, explica Gilberte Lucas, ao informar que a unidade também é referência para 88 municípios.

Ao longo dos 24 anos de funcionamento, o Hospital da Mulher atendeu 211.810 gestantes via ambulatório, 352.218 gestantes atendidas na emergência, com mais de 100 mil partos realizados. Somente em 2015 foram atendidas 21.555 gestantes na emergência.

Ao longo dos 24 anos de fundado, o Hospital da Mulher vem sofrendo intervenções contínuas visando ofertar mais e melhores serviços especializados às mulheres. E a vocação para atender indistintamente as mulheres fez a direção da unidade hospitalar migrar também os leitos destinados a particulares para 100% SUS em internamento em obstetrícia. E, ao longo dos anos, a implantação da UTI Neonatal.

Os investimentos no Hospital da Mulher continuam e tem como resultado a ampliação do atendimento. O programa Mãe Canguru  dobrou a capacidade de atendimento, passando de sete para 14 leitos. “E em 2014 foi implantada a Classificação de Risco 24h na Emergência. Antes a paciente passava até 10 horas para ser atendida pelo médico. Agora passa logo pela enfermeira obstétrica e já vai triada para o médico sabendo o que é urgência, médio e baixo risco”, observa Gilberte Lucas.

Funcionários comemoram 24 anos do Hospital da Mulher 

Inaugurado há 24 anos, o Hospital Inácia Pinto dos Santos – O Hospital da Mulher, no bairro Jardim Cruzeiro, comemora aniversário com confraternização entre os funcionários e colaboradores, marcada por um café da manhã nesta sexta-feira, véspera oficial da fundação. A unidade municipal tem como referência a demanda espontânea e referenciada na obstetrícia, neonatologia e pediatria clínica.

Durante o evento também serão prestadas homenagens aos funcionários mais antigos do hospital municipal e exposição de painel com fotos. Somente nesta unidade hospitalar sem finalidade lucrativa trabalham cerca de 400 funcionários.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, mantenedora do Hospital da Mulher, Gilberte Lucas, explica que a iniciativa é um reconhecimento aos esforços e dedicação dos funcionários que buscam no dia a dia melhor atender à demanda das pacientes de toda a região que procuram este hospital de referência.

Outras publicações

Presidente da Embasa participa de inauguração de loja de atendimento em Feira de Santana Welligton Andrade, José Cerqueira de Santana Neto (Zé Neto) e Abelardo de Oliveira Filho participam de inauguração de loja da Embasa em Feira de Sant...
Feira de Santana: Dr. Ed e Paulo Costa voltam ao CUCA para mais um show do projeto Forró e Samba Cartaz do Forró e Samba com Paulo Costa e Dr. Ed Depois do sucesso da primeira apresentação, os cantores e compositores Paulo Costa e Dr. Ed voltam ...
Sistema de transporte termina dia com 65 ônibus, informa Prefeitura de Feira de Santana Sistema de transporte termina dia com 65 ônibus. O sistema de transporte coletivo urbano desenvolvido em caráter emergencial pelas empresas Rosa e S...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br