Decoração do Carnaval 2016 do Pelourinho foi inaugurada

Decoração Carnaval Pelourinho 2016.

Decoração do carnaval no Pelourinho 2016.

A homenagem aos 100 anos de Samba – tema do Carnaval do Pelourinho deste ano – terá formas e cores traduzidas na decoração das ruas e largos do local. A festa, promovida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e realizada através do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), destacará o centenário de gravação do primeiro samba no Brasil, Pelo Telefone, música composta por Donga. Quem assina a decoração é o experiente artista visual, designer e cenógrafo Ray Vianna, que começou a trabalhar com decorações de Carnaval aos 15 anos e promete o uso de uma linguagem que vai surpreender os foliões.

“Conceitualmente, procuramos mostrar a diversidade do samba. Ao mergulhar na pesquisa encontramos um universo enorme a ser explorado, como os tipos de samba – samba de roda, samba chula, samba de breque, samba enredo, bossa nova e por aí vai – e os sambistas que podem ser a baiana do recôncavo, o cara de camisa listrada ou o destaque da escola de samba, dentre outros”, afirma Ray Vianna. O artista destacou também que foi criado o slogan Isto é samba, que aparecerá em várias peças afirmando essa diversidade. Todos os espaços do Pelourinho serão contemplados, mas a concentração no Terreiro de Jesus e no Cruzeiro de São Francisco formarão um conjunto que chamará atenção.

Sem deixar de fora personagens das diferentes vertentes do samba, além de instrumentos como violão, cavaquinho, pandeiro, marcação e notas musicais, a decoração resultará em um conjunto que formará uma unidade colorida, alegre e vibrante, ocupando as principais praças, as ruas e largos internos do Pelourinho. O artista visual explica que foram utilizados 750m² adesivos, 220 m² de lonas, 220 folhas de compensado, 715 metros de nylon amassado e 66 refletores de luz para a elaboração da decoração que contará também com 20 bonecos de 4,4 metros, representando personagens sambistas em situações diversas.

No extenso currículo de Ray Vianna, destaca-se a criação da identidade visual da Timbalada, que ainda hoje é uma forte referência do Carnaval; a produção telas e esculturas, onde são exploradas técnicas, materiais e diversas temáticas, a exemplo das obras que adornam espaços públicos de Salvador, como as tulipas brancas gigantes na praça da Av. Garibaldi; a obra “Odoyá”, dorso de peixe feito em aço e instalado em frente à praia do Rio Vermelho e o Caramuru-Guaçu, escultura em aço localizada em Piatã.

O Carnaval do Pelô integra o Carnaval da Cultura, da SecultBA, que apoia centenas de artistas, atrações e entidades carnavalescas, numa programação pautada pela diversidade cultural.

Carnaval da cultura – O Carnaval da Cultura 2016 é o carnaval da democracia e da diversidade, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais.

Outras publicações

Carnaval 2016 – Salvador: Relatório da Coordenação do Plantão Integrado de Proteção aponta 89 abordagens diretas Cartaz Plantão Integrado. Equipe realizou ações de conscientização, intervenção e prestou atendimento no posto fixo da Av. Carlos Gomes para proteçã...
Bancos fecham no carnaval e reabrem só na Quarta-Feira de Cinzas A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) comunicou hoje (1º/02/2011) ao mercado financeiro que as agências bancárias estarão fechadas nos dias 7 e ...
Entre os dias 1º a 8 de março mais 400 mil pessoas devem passar o carnaval fora de Salvador No período de 1° a 8 de março, mais de 400 mil pessoas devem passar o Carnaval fora de Salvador. Elas vão às cidades do interior por meio da Estação R...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br