CCJ do Senado aprova criação de 49 cargos para o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia

Walter Pinheiro: "a estrutura funcional atual é carente de pessoal especializado na área de tecnologia da informação e essa situação se agravou devido à implantação do processo digital em todas as unidades do primeiro e segundo graus de sua jurisdição”.

Walter Pinheiro: “a estrutura funcional atual é carente de pessoal especializado na área de tecnologia da informação e essa situação se agravou devido à implantação do processo digital em todas as unidades do primeiro e segundo graus de sua jurisdição”.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (17/02/2016), a criação de 49 cargos efetivos de analista judiciário especializado em Tecnologia da Informação para o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA).

O Projeto de Lei (PLC 190/2015), de autoria do Tribunal Superior do Trabalho (TST), foi relatado pelo senador Walter Pinheiro (PT/BA), para quem a ampliação do quadro de pessoal vai garantir melhorias na área de TI e, consequentemente, na assistência aos cidadãos que recorrem à justiça trabalhista na Bahia.

A proposta segue para votação no Plenário do Senado. Segundo Pinheiro, “a estrutura funcional atual é carente de pessoal especializado na área de tecnologia da informação e essa situação se agravou devido à implantação do processo digital em todas as unidades do primeiro e segundo graus de sua jurisdição”. As despesas decorrentes da execução ocorrerão à conta dos recursos orçamentários consignados ao Tribunal Regional do Trabalho.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br