Bahia se destaca na queda do déficit habitacional do país, aponta estudo da Fieb

Programa habitacional do governo tem impacto positivo.

Programa habitacional do governo tem impacto positivo.

Um levantamento realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) mostra que o déficit habitacional do país caiu, entre 2010 e 2014, em média, 10,7%, principalmente em razão do programa habitacional do governo federal Minha Casa, Minha Vida, um programa social de habitação voltado, em especial, para famílias com renda de até três salários mínimos.

O estudo indica, ainda, que nas áreas mais pobres do país a redução do déficit foi maior que nas regiões mais desenvolvidas. O Nordeste foi a região onde o déficit habitacional apresentou maior redução nesse período, com queda de 3% ao ano, mas a Bahia foi o estado que apresentou o maior destaque, em que 115,6 mil famílias passaram a ter moradia.

Desde o ano passado até agora, o governo da Bahia inaugurou mais 22.163 unidades habitacionais no estado, beneficiando mais de 88 mil pessoas. O último empreendimento entregue pelo governador Rui Costa, na sexta-feira (12/02/2016), foi o Residencial Nova Valença, localizado no município de Valença, com 380 unidades habitacionais. Nas duas fases do programa foram contratadas 162.873 unidades habitacionais pelo governo baiano.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br