Advogado Cristiano Zanin Martins critica duramente tentativa de desqualificar trabalho do empresário Luis Claudio Lula da Silva

Advogado Cristiano Zanin Martins critica duramente tentativa de desqualificar trabalho do empresário Luis Claudio Lula da Silva.

Advogado Cristiano Zanin Martins critica duramente tentativa de desqualificar trabalho do empresário Luis Claudio Lula da Silva.

Em nota divulgada no domingo (07/02/2016) por Cristiano Zanin Martins, advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, critica duramente tentativa de desqualificar trabalho do empresário Luis Claudio Lula da Silva.

Confira o teor da nota 

Hoje (07/02/2016), está sob lupa a prestação de serviço de Luis Claudio Lula da Silva ao Sport Club Corinthians Paulista nos anos de 2011 a 2013. A mídia de fofocas vale-se de pseudo-depoimentos que “atestam” a inexistência do serviço. Desconsidera-se – por conveniência – que o Corinthians, por meio de seus representantes legais, jamais questionou tal contratação ou a prestação desses serviços. E ignora-se que o clube, desde 2011, é um dos 16 times que integram o campeonato nacional de futebol americano organizado pela empresa Touchdown, de propriedade de Luis Claudio, através do time Corinthians Steamrollers.

Com o novo “fato”, o jornalismo dito investigativo faz suceder na imprensa as manchetes de outrora em cima da Operação Zelotes, que pôs no foco nosso cliente apenas porque prestou serviços a um dos investigados e recebeu remuneração por isso. Esvaziada essa linha midiática, sua trajetória no Corinthians é a peça da vez para desqualificar o profissional Luis Claudio. Com o factoide, esperam, em verdade, robustecer os ataques ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva com a clara finalidade de interferência no cenário político-eleitoral do País.

Registra-se que nenhuma das contratações de Luis Claudio, alvo do crivo da imprensa, recebeu qualquer questionamento por parte dos entes privados que dela participaram. Mas não escapa à defesa que o burburinho produzido pela mídia é a espuma que vem justificar a abertura de inúmeras e arbitrárias frentes de investigação e, ainda, aumentar a leitura de publicações que não têm compromisso com a verdade e com o Estado Democrático de Direito.

O fato é que, após oito meses de investigação e execração pública, não foi indicada qualquer conduta de Luis Claudio que pudesse tangenciar um ilícito penal e justificar uma investigação policial. Registramos, portanto, como absolutamente improcedentes também as novas acusações quanto às atividades no Corinthians.

Cristiano Zanin Martins

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.