Touca de silício ajuda pacientes contra efeitos colaterais da quimioterapia

Touca de silício ajuda pacientes contra efeitos colaterais da quimioterapia.

Touca de silício ajuda pacientes contra efeitos colaterais da quimioterapia.

A quimioterapia pode ser um tratamento efetivo contra um câncer, mas ela é igualmente ofensiva ao corpo humano — e a perda de cabelo, apesar de não ser o pior dos efeitos colaterais, é um dos que mais pode incomodar os pacientes. Agora, um acessório bastante simples e que já está em uso pode ao menos reduzir isso.

A Dignicap é uma touca feita com base em silício (e com neoprene no exterior) que, acompanhada de um equipamento eletrônico, impede ou reduz a perda de cabelo durante a quimioterapia. O procedimento é simples: a partir da unidade de controle, ela resfria a cabeça do paciente e, com essa redução na temperatura, estreita os vasos sanguíneos da região que é ligada aos cabelos. Desse modo, as toxinas do procedimento, que são as causadoras da queda, não são capazes de chegar até lá.

Alguns países da Europa já usam o acessório no tratamento há cerca de dez anos, mas só agora ele foi aprovado pelo órgão regulador dos Estados Unidos — e, por enquanto, apenas para pacientes com câncer de mama.

Touca de silício ajuda pacientes contra efeitos colaterais da quimioterapia

Além disso, até agora, 69% dos voluntários que usaram a touca aprovaram os resultados, embora às vezes somente metade da cabeleira seja mantida. Ainda assim, caso o experimento seja bem sucedido, é provável que mais tipos da doença sejam adicionados à lista de permissões.

*Com informações da Tecmundo.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br