Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia realiza apresentação da campanha do Carnaval com a presença da madrinha Maria da Penha

Apresentação da Campanha do Carnaval 2016.

Apresentação da Campanha do Carnaval 2016.

Aconteceu na tarde de ontem (28/01/2016), a apresentação da campanha de enfrentamento à violência contra as mulheres do Carnaval 2016, “Vá na moral ou vai se dar mal”, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), que contou com a presença da madrinha Maria da Penha.

O evento que aconteceu no Sheraton da Bahia Hotel, contou com a presença da Secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana; da Promotora e Coordenadora do Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher do Ministério Público, Márcia Teixeira; do Diretor-presidente da Bahiagás, Luís Gavazza; do Coronel Admar Fontes, Superintendente de Prevenção à vida da Secretaria de Segurança Pública; da cantora Margareth Menezes e do músico Armandinho.

O auditório ficou lotado com a adesão de gestoras de políticas para as mulheres de todo o estado, representações políticas femininas, artistas, autoridades e da população interessada na causa.

Para o Diretor-presidente da Bahiagás, Luís Gavazza, a campanha “Vá na moral ou vai se dar mal” é de grande importância no Carnaval da Bahia. Ele declarou o orgulho que a Bahiagás tem em apoiar iniciativas como esta.

A Secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana, agradeceu ao público presente e a todas/os envolvidas/os que apoiam não apenas esta campanha, mas a causa do enfrentamento à violência contra as mulheres. Ela também realizou um agradecimento especial à Maria da Penha, por ter aceitado o convite para ser madrinha da campanha, e ter vindo primeiramente à Bahia, para celebrar os 10 anos da Lei Maria da Penha.

A gestora apresentou a campanha que está em sua segunda edição, com o mesmo slogan, por ter sido incorporada e bem sucedida em 2015. Ela explicou que o objetivo é conscientizar a população sobre os tipos de violência que ocorrem durante a festa de rua e os direitos das mulheres, proporcionando um carnaval de paz.

A madrinha, Maria da Penha, elogiou o trabalho que é desenvolvido na Bahia, e afirmou estar lisonjeada em participar da campanha. Em relação à comemoração dos 10 anos da Lei 11.340, ela ressaltou que a implementação da Ronda Maria da Penha no estado é a prova de esta legislação contribuiu para mudanças reais.

O evento foi encerrado com a execução de uma Marchinha alusiva ao Ligue 180, importante ferramenta da rede de proteção às mulheres; e com uma contagiante apresentação da Banda Didá, formada apenas por mulheres, que junto à Margareth Menezes, Larissa Luz e Ludmillah Anjos, fecharam o evento em clima de carnaval e de paz.

O encontro contou com o apoio da Bahiagás, da Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Bahia e da Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara de Vereadores.

Outras publicações

Balanço parcial indica 189 mortes nas estradas federais durante o carnaval Brasília - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já contabilizou 189 mortes nas rodovias federais desde o início do carnaval, na sexta-feira (4). O balan...
Carnaval 2016 – Salvador: Relatório da Coordenação do Plantão Integrado de Proteção aponta 89 abordagens diretas Cartaz Plantão Integrado. Equipe realizou ações de conscientização, intervenção e prestou atendimento no posto fixo da Av. Carlos Gomes para proteçã...
Deputado Alan Sanches cobra políticas públicas para que índices da dengue não se elevem no Carnaval Cena do carnaval 2015 de Salvador. Com base nos índices alarmantes do próprio ministério da Saúde, que aponta mais de 40 mil casos de dengue no Bras...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br