Projeto ‘Sarau da Imprensa’ discute temas contemporâneos na sede da Associação Bahiana de Imprensa

Cartaz da edição 2016 do Sarau da Imprensa.

Cartaz da edição 2016 do Sarau da Imprensa.

Os debates do Sarau da Imprensa serão mediados pelo jornalista Ernesto Marques.

Os debates do Sarau da Imprensa serão mediados pelo jornalista Ernesto Marques.

O projeto Sarau da Imprensa vai discutir, com uma série de seis encontros, temas contemporâneos, mediados por jornalistas, comunicólogos, artistas, intelectuais e formadores de opinião, a partir deste mês. Para a abertura do Sarau, na quinta-feira (28/01/2016), às 19 horas, será enfocado o tema Cinema e Tolerância com as participações do cineasta ítalo-egípicio-baiano, Max Gaggino; da roteirista e crítica de cinema, Amanda Aouad; e a banda Herbert & Richards, especializada em canções de trilhas sonoras de filmes. As atividades são gratuitas e acontecem no auditório Samuel Celestino, na Associação Bahiana de Imprensa – ABI (Centro Histórico de Salvador).

Para dar início aos debates, será exibido durante o lançamento do Sarau o curta-metragem Haram, de Gaggino, premiado recentemente com o Kikito de Ouro, no Festival de Gramado. O curta-metragem, que fala de tolerância, conta a história de Salwa, uma imigrante muçulmana, que fugiu da guerra na Palestina e se refugiou em Salvador com seu marido, Farid. Neste tempo, Salwa conhece Felícia, uma menina de dez anos, e logo começa um intercâmbio cultural entre as duas.

A série de saraus acontecerá de janeiro a junho deste ano, sendo um encontro por mês, sempre às quintas-feiras, às 19h. A meta é colocar na ordem do dia assuntos relevantes para a sociedade, que não encontram espaço para discussões aprofundadas. Este primeiro Sarau prestará homenagens ao jornalista José do Patrocínio, morto em 29 de janeiro de 1905. Considerado por seus biógrafos o maior de todos os jornalistas da abolição, destacou-se como uma das figuras mais importantes dos movimentos Abolicionista e Republicano no Brasil.

Tolerância

Os debates serão mediados pelo jornalista Ernesto Marques, idealizador do projeto, e sempre contarão com a participação de convidados, além de apresentações artísticas que dialogam com o tema proposto em cada encontro. “Na abertura oficial do Sarau, as discussões serão conduzidas na perspectiva do cinema e de como ele contribui para estabelecer ou problematizar a tolerância, tão questionada nas discussões atuais”, destaca o jornalista.

Temas

Ao longo dos seis meses do Sarau da Imprensa, os seguintes temas serão abordados: Cinema e Tolerância; Música, Baianidade e Lugar de Fala; Cênicas e Sustentabilidade; Artes Visuais e O Real Des-visto; A Escrita e o Poder; Fotografia, Novas Tecnologias e Futuro. Podem participar estudantes, profissionais liberais, classe artística, formadores de opinião e demais interessados.

De acordo com a jornalista e cineasta Ceci Alves, curadora e uma das organizadoras do projeto, os temas escolhidos para compor a programação do Sarau da Imprensa sempre terão, como referência, acontecimentos importantes para a imprensa do Brasil e do mundo. À frente da curadoria das atividades também está o jornalista e poeta Nilson Galvão. Já a também jornalista, além de cantora e compositora Rita Tavares é encarregada da direção artística do Sarau da Imprensa.

Os temas serão amplamente debatidos no auditório Samuel Celestino, um espaço multiuso com capacidade para 150 lugares, que também conta com uma varanda, na qual estão previstos recitais, apresentações cênicas e musicais. O projeto Sarau da Imprensa tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia

Sobre os convidados

Max Gaggino – Filho de pai italiano e mãe egípcia, o diretor está radicado na Bahia desde 2008. Em Salvador, fundou a produtora de cinema Carcamano Filmes. Fomentador do movimento musical independente, realizou mais de 20 videoclipes de baixo orçamento em diversas comunidades soteropolitanas. Em 2015, seu curta-metragem Haram ganhou o Kikito no Festival Internacional de Cinema de Gramado. Haram é o primeiro curta do diretor, que também tem no currículo o longa de ficção Contracorrente (2014) e o longa documental Menino Joel (2012).

Amanda Aouad – Crítica afiliada à Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), é doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporânea pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), especialista em Cinema pela Universidade Católica do Salvador (Ucsal) e uma das criadoras do site CinePipocaCult. É também roteirista do núcleo Anima Bahia e dos curtas Ponto de Interrogação, Cidade das Águas e Dia de Cão. Também é docente na Faculdade Ibes e no curso de especialização Estação do Drama, da Faculdade de Comunicação (Facom), da Ufba.

Herbert & Richards – Explorando clássicos da música e do cinema, a Herbert & Richard transporta o público para a dimensão da sétima arte. No palco, a banda faz um espetáculo audiovisual apresentando canções de trilhas sonoras, enquanto trechos dos filmes são projetados simultaneamente por uma VJ. A banda é composta pelo músico e produtor cultural Valdir Andrade, ex-integrante de bandas como Beatles in Senna e traVoltA; o guitarrista Eric Assmar, vencedor do Prêmio Caymmi 2015, que acompanhou artistas como Marcelo Nova e Álvaro Assmar; o maestro Rangel Menezes, com formação clássica e experiência em arranjos e composição; a cantora e atriz Lorenight; e os músicos Cássio Brasil e Shande Moura.

Agenda

O Que: Abertura oficial do projeto Sarau da Imprensa

Quando: dia 28 de janeiro de 2016, às 19 horas

Onde: Auditório Samuel Celestino, da Associação Bahiana de Imprensa – ABI (Rua Guedes Brito, nº 1, edifício Ranulfo Oliveira, 8º andar,  no Centro Histórico de Salvador)

Quanto: Todas as atividades são gratuitas

Programação do Sarau da Imprensa

Cinema e Tolerância

Dia 28 de Janeiro, às 19 horas – Em homenagem ao jornalista José do Patrocínio, o jornalista da Abolição, morto em 29 de janeiro de 1905.

Convidados: Amanda Aouad e Max Gaggino

Atração musical: Banda Herbert & Richards

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br