Ilê Aiyê homenageia arte do Recôncavo da Bahia ao escolher musa do Carnaval 2016

Homenagem aos 100 anos do Samba.

Homenagem aos 100 anos do Samba.

Uma homenagem aos 100 anos do Samba, ao Recôncavo Baiano e à beleza da cultura e da mulher negra. Com esse clima, o Ilê Aiyê realizou, neste sábado (16/01/2016), a 37ª Noite da Beleza Negra, em sua sede, a Senzala do Barro Preto, na Liberdade. A jovem Larissa Oliveira, 22 anos, foi escolhida entre 15 concorrentes ao título de Deusa do Ébano 2016, musa anual do Pérola Negra.

A festa da beleza negra teve apoio do Governo do Estado por meio da Bahiatursa, secretarias estaduais de Cultura (Secult) e de Comunicação Social (Secom), além da TVE Bahia. Para o titular da Secult, Jorge Portugal, a iniciativa do Ilê tem importância não só para o grupo, mas para as ações afirmativas de modo geral.

“O Ilê expressa um dos aspectos mais importantes da cultura. O Ilê fez uma revolução […] sem precisar gritar palavras de ordem na rua, através da afirmação da beleza do negro, da canção, da música e da cultura”, enfatizou o secretário estadual de Cultura.

O público marcou presença, fazendo um desfile à parte pelos espaços da Senzala do Barro Preto. Houve quem veio de longe para conferir as batidas dos tambores. “Vim para ver ao vivo tudo o que ouvi falar. As meninas, as danças e principalmente a música. As meninas são todas lindas, inclusive as que não estão no palco”, disse Mila Fröhlich, turista carioca que mora há alguns anos na Alemanha e trouxe amigos europeus para conhecer a festa.

Vovô do Ilê, presidente da organização, destacou o significado da noite e a luta do grupo para fazer o concurso resistir há quase quatro décadas. “Esse é um evento pré-carnavalesco muito importante para nós [e] para a cidade. A gente encontra muita dificuldade, mas o povo negro sabe que a noite da beleza negra é uma festa que nós fazemos com muito esforço para que cada vez tenha mais qualidade”.

Cultura e tradição

Música, teatro, dança, poesia e outras manifestações culturais se misturaram no espetáculo assinado pelo diretor Elísio Lopes Júnior. Os músicos da tradicional Chegança dos Marujos de Saubara iniciaram a festa com o toque do Recôncavo ainda do lado de fora da Senzala do Barro Preto. Convidados como Raimundo Sodré, Regina Casé, Roberto Mendes, Carla Visi, Ana Mametto e Luiz Miranda continuaram a celebração no palco, homenageando o Samba e a cultura do Recôncavo.

A anfitriã Band’Aiyê deu o tom no desfile das candidatas à Deusa do Ébano. No final, a alegria foi completa para a jovem Larissa Oliveira, moradora do bairro de Cajazeiras. Ela foi a grande vencedora da disputa e é a musa do Ilê no próximo Carnaval e durante todo o ano de 2016. A jovem dupla Lucas e Orelha, conhecida nacionalmente após vencer o reality show musical SuperStar, fechou a noite de festa e beleza no Curuzu.

Outras publicações

Bahia – Carnaval 2015: Detran apreende 92 veículos e emite 2ª via da CNH Operação da Polícia Militar da Bahia garante segurança da população. Neste Carnaval, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) realizou seis b...
Carnaval 2016 – Salvador: aplicativo ‘Mobilidade Urbana’ auxilia acesso de foliões à festa Mobilidade Urbana Carnaval 2016. O aplicativo “Mobilidade no Carnaval” já está disponível para download em aparelhos com sistema Android. Lançado no...
Bahia – Carnaval 2015: cultura fortalece democratização da festa; confira números Cena do carnaval 2015 em Salvador, no circuito Batatinha. O folião tomou conta das ruas, avenidas e praças durante o Carnaval da Cultura 2015, um mo...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br