Guardas municipais de Feira de Santana portam armas de choque elétrico e diminuem letalidade na ação coercitiva

A pistola, de fabricação nacional, tem trava de segurança e a descarga de energia elétrica é de 40 por cento das concorrentes.

A pistola, de fabricação nacional, tem trava de segurança e a descarga de energia elétrica é de 40 por cento das concorrentes.

Guardas municipais de Feira de Santana portam armas de choque elétrico. A quantidade deste novo equipamento preventivo chega a 40. Em novembro, prepostos da instituição passaram por treinamento com 20 horas de duração.

O GM Gerson Teixeira dos Santos diz que o equipamento além de moderno é seguro e fácil de ser manuseado. “Temos uma arma não letal e que tem capacidade para imobilizar uma pessoa com segurança, sem perigos de acidentes”.

A pistola, de fabricação nacional, tem trava de segurança e a descarga de energia elétrica é de 40% das concorrentes – que diminui a margem de acidentes – e acontece por apenas cinco segundos – com possibilidade de ser interrompida.

A mira laser garante a eficiência quando da sua aplicação. Quando disparada, dois dardos atingem a pessoa a até oito metros de distância e continuam ligados à pistola por fios metálicos.

“A pessoa perde o controle da musculatura e cai”, explica o secretário de Prevenção à Violência, Mauro Moraes. “Depois ela é imobilizada”. Ele salienta que a pistola é o último grau da não letalidade, seguindo o uso progressivo da força.

O secretário diz que a arma de choque é muito segura, mas apenas será usada em situações onde a negociação não mais surte efeito.

Na memória da pistola ficam guardados os últimos mil disparos, com informações sobre datas, horários em que o gatilho foi acionado, número de disparos seguidos e quanto segundos permaneceu disparando.

Outras publicações

Câmara Municipal de Feira de Santana cobra de secretários municipais providências no combate à poluição sonora. Confira debates dos edis Autoridades municipais devem agir para atacar um problema que tem causado sérios transtornos para a comunidade de Feira de Santana: a poluição sonora...
Feira de Santana | Prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares são temas da XXII Jornada de Cardiologia Composição da mesa durante a XXII Jornada de Cardiologia. Insuficiência Cardíaca, Tratamento da Doença de Chagas e Fibrilação Atrial – distúrbio mai...
Vereador defende projeto de privatização da Micareta e diz que a festa só dá lucro para os donos de blocos. Leia esta e outras notícias da CMFS  “A Micareta só enche os cofres dos donos de blocos”. A afirmação foi feita pelo vereador David Neto, em pronunciamento na sessão desta segunda-feira ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br