Grupo afro-alemão Bangoura apresenta shows em Salvador

Grupo afro-alemão Bangoura Group.

Grupo afro-alemão Bangoura Group.

A segunda edição do projeto Dança Afro: Corpo, Ritmo e Ritual em Estudo reúne pesquisadores, professores e mestres de percussão da Alemanha, África, Brasil e Argentina. Idealizado pela dançarina de Mandinke (tradição do Oeste da África) e terapeuta alemã Stephanie Bangoura, o projeto Dança Afro: Corpo, Ritmo e Ritual em Estudo realiza diversas oficinas gratuitas, de 11 a 29 de janeiro de 2016, no Teatro Experimental da Escola de Dança da UFBA; sempre entre 15h e 17h30. Para mais detalhes e inscrições, acesse o site www.dancaafro.com.

As aulas começam nesta segunda-feira (11/01) num ritual performático interativo, com a participação dos alunos, de Stephanie Bangoura, Mohamed Sylla (Guine Conakry), Verônica de Moraes (Minas Gerais), Kinho Santos (Bahia), Jorgina Oliva (Argentina) e convidados.

A abordagem – teórica e prática – do projeto Corpo, Ritmo e Ritual em Estudo gira em torno de discussões sobre como traduzir as danças africanas para a sala de aula; satisfazendo assim as necessidades e desafios contemporâneos e locais. Este processo pode ser entendido como uma contribuição na descolonização das danças africanas e na revitalização de seus fundamentos voltados para os aspectos sociais, ritualísticos e terapêuticos.

De acordo com esse ponto de vista, essas danças podem conquistar seu protagonismo para além do exotismo, dos clichês e da marginalização; e ter a mesma importância universal, tal qual o Tai Chi Chuan, o Caratê, a Ioga ou a Acupuntura, por exemplo – técnicas e conhecimentos “estrangeiros” bem aceitos e com público crescente no Brasil e no mundo ocidental.

O objetivo é fortalecer o indivíduo no grupo e motivar o participante a desenvolver sua própria metodologia híbrida a partir da lógica dessas danças. Nesse contexto, inclui amadores e interessados no campo das tradições africanas, da dança e da terapia, assim como professores especialistas nessas áreas.

Os músicos e a música ao vivo têm importância central nesse percurso, pois interagem a todo momento com os participantes, potencializando a energia criativa, propondo desafios e motivando a coragem e a singularidade de cada pessoa dentro do grupo. O diálogo do corpo com a música favorece o processo de sensibilização e autoconhecimento.

O Bangoura Group não faz a separação entre danças africanas, hip hop, capoeira, danças afro-brasileiras ou outras danças populares, já que trabalha com seus fundamentos comuns: repetição, improvisação, diálogo, ritual e música ao vivo. A proposta, mais holística, é um trabalho efetivo e cuidadoso para qualquer corpo, com momentos referenciados em mitos e arquétipos; com exercícios de percussão corporal; dinâmicas com voz e canto; rodas de conversa e feedback; sugestões bibliográficas; entre outras.

Durante os dois primeiros módulos (Corpo e Ritmo) – aplicados nos mês de agosto de 2015, o grupo realizou promoveu palestras, laboratórios para a prática de ensino, redação de textos, seminários e aulas abertas.

Todo esse processo de aprendizagem será registrado num DVD. A primeira edição do projeto aconteceu em 2013.

O projeto Dança Afro: Corpo, Ritmo e Ritual em Estudo tem patrocínio do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Agenda

De 11 a 29/01/2016 | Horário: 15h às 17h30

Local: Teatro Experimental da Escola de Dança da UFBA | End.: R. Barão de Jeremoabo – Campus de Ondina, Salvador – BA.

Outras publicações

Contas da Prefeitura de Salvador são aprovadas com ressalvas O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (15/12/2009), aprovou com ressalvas as contas da Prefeitura de Salvador, de responsabilidade de...
Em Salvador, Convenção Estadual do Democratas reúne líderes das oposições “Esta convenção marca a renovação da esperança de que os baianos vão voltar a dormir tranquilos sem medo de ser assaltados ou seqüestrados, seja na ci...
Salvador: prorrogado prazo de inscrições de trabalhos no SINCULT 2015 Foi prorrogado até o dia 15 de junho de 2015 o prazo para submissão de comunicações de pesquisa e artigos de pesquisadores das áreas de Administração,...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br