Feira de Santana registrou 70 casos de hanseníase em 2015

Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase será comemorado no próximo domingo.

Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase será comemorado no próximo domingo.

“Hanseníase: Quanto antes você descobrir, mais cedo vai se curar”. Com este tema, o Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase será comemorado, este ano, no próximo domingo, dia 31 de janeiro de 2016. Para marcar a data, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Centro de Referência em Hanseníase, orienta que as equipes de saúde do município realizem atividades que alertem a sociedade civil sobre os sinais e sintomas da doença.

A criação desta data teve por objetivo ampliar o conhecimento sobre a hanseníase na comunidade, destacar a importância do diagnóstico precoce e o tratamento adequado da doença, bem como reduzir o estigma e preconceito.

A doença é transmitida por via respiratória, acomete principalmente a pele com manchas e perda de sensibilidade. Entre as complicações, estão deformidades físicas. Mas isso pode ser evitado com diagnóstico precoce e tratamento imediato.

Com este objetivo profissionais, que atuam no controle da doença em Feira de Santana, se reuniram nesta quinta-feira, 28, no auditório João Batista de Cerqueira, na SMS.

Representantes das unidades de saúde do município foram orientados para que incentivem através de ações nas próprias unidades, a procura pelos serviços de saúde, se mobilizem quanto à busca ativa de casos novos e divulguem a oferta de tratamento completo e gratuito em termos locais e também com os municípios que são pactuados, quando houver necessidade de assistência mais específica.

“Esse tratamento é disponibilizado na própria unidade de saúde onde o paciente é diagnosticado, a pessoa é atendida com a doação da medicação necessária” explica.

Em Feira de Santana foram detectados 70 novos casos em 2015. O número mostrou uma redução comparando-se com os casos registrados no ano anterior. “Por conta das ações que o município vem desenvolvendo com a sensibilização da comunidade e a detecção precoce da doença, temos obtido êxito no combate a doença”, ressalta Fabiana Porto Silva, técnica de referência da Secretaria Municipal de Saúde.

Referência 

Os interessados em obter informações, tirar dúvidas devem entrar em contato com o Centro de Referência pelo telefone 3221 8001 e também pelo sistema de informações da  Vigilância Epidemiológica 3616 7359.

Outras publicações

Feira de Santana ganha exposição ‘Na Rua’ de autoria de Kbça Grafitti Cartaz da exposição ‘Na Rua’ de autoria de Kbça Grafitti. Na primeira exposição individual da carreira, o artista de rua Kbça troca os muros brancos...
Prefeito de Feira de Santana inaugura pavimentações no Bairro Conceição Prefeito José Ronaldo comemora com a população a pavimentação de ruas do Bairro Conceição. E a rua Calamar? Era a pergunta automática que os morador...
Vereador Pablo Roberto cobra ações do município para combater o surto da chikungunya em Feira de Santana Pablo Roberto: "É impressionante o quanto esse governo gasta com propagandas, porém, em plena epidemia de Chikungunya o governo municipal não apresen...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br