Em vídeo, Papa Francisco pede oração pelo diálogo inter-religioso

Papa Francisco pede diálogo inter-religioso.

Papa Francisco pede diálogo inter-religioso.

A partir de quarta-feira (06/01/2016), o papa Francisco falará aos fiéis uma vez por mês por meio de mensagens de vídeo gravadas em espanhol e distribuídas pelas redes sociais. Jorge Mario Bergoglio havia gravado mensagens de vídeo em ocasiões especiais — às vésperas das viagens a Cuba e à África, e durante um congresso de teologia em Buenos Aires —, mas agora tomou a decisão de fazer dessas mensagens um canal de comunicação direto com os católicos.

No primeiro vídeo, de um minuto e meio de duração, o Papa apela ao diálogo entre as religiões para buscar a paz e a justiça, “Muitos pensam de forma diferente, sentem de forma diferente, buscam Deus ou encontram Deus de maneira diferente (…). Confio em vocês para divulgar o meu pedido deste mês. Que o diálogo sincero entre homens e mulheres de várias religiões traga frutos de paz e de justiça”.

De acordo com o jesuíta Frederic Fornos, diretor internacional do Apostolado da Oração, a iniciativa se destina “a todas as pessoas que quiserem se juntar pela oração às intenções do Papa, a rezar com ele para os desafios da humanidade”. Apesar de Bergoglio falar sempre em espanhol, os vídeos, que serão gravados pelo Centro Televisivo Vaticano, estarão disponíveis em 10 idiomas e serão distribuídos através do Twitter, Facebook, Instagram e YouTube.

Em entrevista à Rádio Vaticano, o jesuíta Frederic Fornos se referiu à decisão de Francisco gravar as mensagens em espanhol e não em italiano, a língua oficial da Santa Sé: “É bonito ouvi-lo falar na sua língua. Naturalmente, será feita a tradução para outras línguas, pois, além disso, seria difícil que ele falasse em chinês ou em árabe, mas preferimos que ele fale em sua própria língua, a do seu coração, da oração, da sua intimidade com o Senhor”.

Primeiro vídeo dedicado a divulgação das intenções de oração mensais

Cidade do Vaticano (RV) – No primeiro vídeo dedicado a divulgação das intenções de oração mensais, o Papa pediu ao Apostolado de Oração e a todos os homens e mulheres de boa vontade que rezem pelo diálogo inter-religioso.

“A maioria dos habitantes do planeta declara-se crente. Isto deveria ser motivo para o diálogo entre as religiões”, diz o Pontífice no início do vídeo ao ressaltar que a diversidade é uma riqueza.

“Não devemos deixar de rezar por isso e colaborar com quem pensa de modo diferente”, afirmou o Papa.

“Confio em Buda. Creio em Deus. Creio em Jesus Cristo. Creio em Deus, Alá”, dizem os representantes budistas, hebreus, católicos e muçulmanos e, a seguir, o Papa recorda:

“Muitos pensam de modo diferente, sentem de modo diferente, procuram Deus ou encontram Deus de muitos modos; Nesta multidão, nesta variedade de religiões, só há uma certeza que temos para todos: somos todos filhos de Deus”.

“Creio no amor”. Foi o que afirmaram todos os sacerdotes das diferentes religiões para que Francisco, então, confiasse as suas intenções.

“Confio em vocês para difundir a minha intenção deste mês: Que o diálogo sincero entre homens e mulheres de diferentes religiões produza frutos de paz e de justiça; Confio na tua oração”.

Confira o vídeo

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.