Dez empresas mais valiosas do mundo são americanas

Companhia estadunidense Apple está entres as dez empresas mais valiosas do mundo.

Companhia estadunidense Apple está entres as dez empresas mais valiosas do mundo.

Estudo realizado por jornal financeiro alemão e consultoria Ernst & Young aponta as maiores marcas de capital aberto do mundo em 2015. Sede de 54 das companhias do Top 100, EUA dominam a lista.

Apple, Alphabet (empresa que controla a Google), Microsoft: estas são as três companhias mais valiosas de capital aberto do mundo, de acordo com um estudo realizado pelo principal jornal financeiro da Alemanha, Handelsblatt, e a consultoria Ernst & Young e publicado no início desta semana.

Levando em conta os valores de mercado do início desta semana, as três empresas valem 549 bilhões de euros (Apple), 474 bilhões (Alphabet) e 405 bilhões (Microsoft). Além disso, o resultado do estudo mostrou que o Top 10 é completamente dominado por empresas americanas:

4º – Berkshire Hathaway, empresa de investimento diversificado fundada por Warren Buffett.

5º – Texas Exxon Mobil, a maior empresa privada de petróleo do mundo.

6 º – Amazon, varejista online.

7º – Facebook.

8º – General Electric, empresa fornecedora de soluções de energia, iluminação e tecnologia.

9º – Johnson & Johnson, produtora de farmacêuticos e produtos de higiene pessoal.

10º – Wells Fargo, banco americano com sede em San Francisco.

Na 11ª colocação ficou o banco chinês ICBC, o Banco Industrial e Comercial da China, seguido pelo banco americano JP Morgan Chase. As três principais empresas europeias são todas suíças: a multinacional farmacêutica Roche (13º), a fabricante de produtos alimentícios Nestlé (14º) e outra empresa de produtos farmacêuticos, a Novartis (16º).

Tecnologia da informação em ascendência

Todas as três empresas mais valiosas do mundo – e cinco dentro do Top 10 – são corporações americanas de tecnologia da informação. “A digitalização abrange todos os setores de atividade e aspectos da vida. Há ainda um enorme potencial de crescimento, não só às empresas individuais, mas também para economias inteiras”, diz Thomas Harms, um associado da Ernst & Young.

A empresa alemão mais valiosa, a farmacêutica Bayer, ocupa apenas a 66ª colocação no ranking mundial

Os Estados Unidos são a sede de 54 das 100 empresas mais valiosas de capital aberto do mundo, segundo o estudo. Apenas 26 são europeias. Oito das 50 companhias mais valiosas do mercado de ações são chinesas. Um total de 17 empresas asiáticas estão no Top 100 do ranking mundial.

Em contraste, não há nenhuma companhia alemã no Top 50. E entre as cem mais valiosas do mundo, há apenas seis empresas sediadas na Alemanha, com a multinacional de produtos químicos e farmacêuticos Bayer liderando a lista alemã ocupando a 66ª posição mundial. Seguem a fabricante de softwares de gestão de empresas SAP (73º), a montadora Daimler (81º), o conglomerado industrial Siemens (88º), a companhia de telecomunicações Deutsche Telekom (92º) e a seguradora Allianz (95º).

O Grupo Volkswagen, que disputa com a Toyota a liderança em termos de receitas de vendas globais de veículos, saiu do Top 100 das empresas mais valiosas do mundo depois do escândalo de emissões de poluentes em seus carros, que estourou em setembro. A Toyota, para efeito de comparação, está na 21ª colocação no ranking mundial – apenas uma posição abaixo da gigante chinês de comércio online Alibaba.

Isto sugere que o Grupo Volkswagen está desvalorizado e pode representar uma boa oportunidade de compra para investidores dispostos a adquirir ações agora e mantê-las por alguns anos. As vendas continuam fortes, e não há nenhuma razão para imaginar que a VW não vá se recuperar.

Emrpesas de capital aberto, privado e estatais

É importante notar que a lista só se aplica a empresas cujas ações podem ser compradas ou vendidas por qualquer pessoa nas bolsas de valores, ou seja, empresas de capital aberto. Existem outras duas categorias de corporações, que incluem grandes companhias com faturamentos astronômicos, mas cujas ações não são negociáveis publicamente. Há empresas estatais e também privadas.

A maior companhia do mundo, levando em conta o faturamento anual, é a multinacional de lojas de departamento Walmart Stores, uma empresa privada de propriedade dos herdeiros do fundador, Sam Walton. Ela teve um faturamento mundial de 485 bilhões de dólares em 2014.

E exemplos de grandes empresas estatais são Saudi Aramco, companhia petrolífera saudita, Sinopec (Companhia Petroquímica da China) e a China State Grid, empresa chinesa de energia.

*Com informações do DW.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br