Deputada lembra ‘lamento sertanejo’ para falar da situação da população do semi-árido

“Pedi pra chover, mas chover de mansinho”. Com o verso da canção de Gordurinha, famosa na voz de Luiz Gonzaga, a deputada estadual Fátima Nunes (PT) demonstrou sua preocupação com as cheias dos rios e açudes provocadas pelas chuvas intensas da última semana. Representante da região do semi-árido baiano, a parlamentar visitou algumas cidades e alertou a população ribeirinha entre o Jorrinho e Conde para a possibilidade das águas subirem e ameaçarem casas e criações.

“O ‘Lamento Sertanejo’ é a mais bela expressão do dilema das populações que convivem com a seca em diversas regiões do País. ‘Senhor, desculpe eu pedir a toda hora para chegar o Inverno’, resume muito bem a angústia do sertanejo”. O momento, segundo a deputada é de alegria pelo retorno das chuvas e também de alerta para a possibilidade de enchentes, como aconteceu na região de Feira de Santana e que levou parte de uma ponte em Riachão do Jacuípe. “Estive na Seinfra reforçando o apelo para que a secretaria apoie as comunidades e mantenha o alerta. Mas, precisamos é agradecer a Deus pelas chuvas ‘pra ver se nasce uma planta no chão’”.

Fátima Nunes mostrou também sua preocupação com Salvador, principalmente com os alagamentos provocados pelo entupimento de bueiros. “É necessário que a prefeitura faça um trabalho preventivo. Desde meados do ano que as previsões apontavam para fortes chuvas nessa época do ano. A população precisava ser orientada e ter sido feito um trabalho preventivo retirando vegetação e lixo dos canais”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br