Com novo modelo, previsão meteorológica passa a ser mais precisa no Brasil

Previsão meteorológica passa a ser mais precisa no Brasil.

Previsão meteorológica passa a ser mais precisa no Brasil.

O centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) iniciou o ano de 2016 inaugurando um novo modelo de previsão meteorológica. Batizada como Brazilian Global Atmospheric Model (BAM), a tecnologia possui uma resolução espacial de 20 quilômetros e 96 camadas na vertical. Ela substitui a antiga Atmospheric Global Circulation Model (AGCM), que suportava apenas 64 camadas.

“Com essas implementações, a expectativa é de que as previsões de tempo para o Brasil deverão melhorar bastante nos próximos meses tanto em qualidade, com maior riqueza de detalhes, como em confiabilidade, principalmente para as previsões com mais de dois dias de antecedência”, afirma Silvio Nilo Figueroa, chefe da Divisão de Modelagem e Desenvolvimento do CPTEC. O BAM já estava sendo testado desde o ano passado.

Embora seja promissor, o novo modelo exigirá melhorias na infraestrutura do instituto – em testes realizados para avaliar a capacidade de processamento do Tupã, atual supercomputador empregado pelo CPTEC, o gadget se mostrou capaz de gerar previsões para apenas 24 horas, mesmo que o BAM tenha sido modelado para realizar observações precisas para até cinco dias. Uma nova máquina deve ser adquirida ainda em 2016.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br