Vereador Pablo Roberto cobra implantação do Campus da UFRB em Feira de Santana

Pablo Roberto: “Me chamou atenção na semana passada quando o governador Rui Costa veio visitar aqui a lagoa, grande obra do Governo do Estado para Feira de Santana, mas ao ser questionado por Nivaldo Vieira e outras pessoas acerca do Campus da UFRB em Feira de Santana, ele não soube dá se quer nenhum tipo de informação.".

Pablo Roberto: “Me chamou atenção na semana passada quando o governador Rui Costa veio visitar aqui a lagoa, grande obra do Governo do Estado para Feira de Santana, mas ao ser questionado por Nivaldo Vieira e outras pessoas acerca do Campus da UFRB em Feira de Santana, ele não soube dá se quer nenhum tipo de informação.”.

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (02/12/2015) o vereador Pablo Roberto (PMDB) mais uma vez chamou atenção acerca da implantação da Universidade Federal do Recôncavo em Feira de Santana (UFRB). O edil lembrou da realização da Audiência Pública promovida pelo seu mandato para tratar do assunto, que contou com a participação do reitor e lideranças.

“Nós acompanhamos toda aquela problemática acerca da disponibilidade de uma área, onde o município alegou que não tinha área suficiente, o Governo do Estado disponibilizou uma área que segundo a Universidade Federal, não era suficiente para a construção de um Campus com a magnitude que agrega a UFRB. Mesmo com a realização da audiência pública, as coisas me parecem que não avançaram, inclusive conversei até com o reitor e sugerimos algumas áreas para implantação do campus na cidade e aqui não se chegou a nenhuma resolução concreta acerca desse grande empreendimento para Feira de Santana”

Pablo também ressaltou a falta de informação do governador Rui Costa acerca do assunto, ao ser questionado durante visita realizada a obra da Lagoa em Feira de Santana.

“Me chamou atenção na semana passada quando o governador Rui Costa veio visitar aqui a lagoa, grande obra do Governo do Estado para Feira de Santana, mas ao ser questionado por Nivaldo Vieira e outras pessoas acerca do Campus da UFRB em Feira de Santana, ele não soube dá se quer nenhum tipo de informação. E isso é muito preocupante, porque ou o Governador não está disponibilizando a atenção necessária que esse projeto necessita ou a pessoa que ficou designada para fazer essa interlocução do município não tem levado ao governador as informações acerca disso.

Pablo afirma que a culpa não é só do governo do Estado, e faz a ressalva de que o município deve trazer a resolução dessa questão como prioridade na agenda do prefeito.

“Eu também não quero colocar aqui a culpa somente no Governo do Estado, que ao meu ver tem dado uma demonstração muito clara de que não se preocupa com isso, mas acredito que essa questão deve ser priorizada na agenda do prefeito, e eu já tive oportunidade de conversar com o prefeito José Ronaldo sobre isso. Ele não pode deixar de ter na sua vida pessoal e na sua carreira política o título do prefeito que inviabilizou a implantação do campus da Universidade Federal em Feira de Santana. Eu não consigo entender e compreender como qualquer outra disputa política e partidária consegue influenciar a ponto de quase três anos após a assinatura da publicação do decreto disponibilizando o recurso, e por conta desses entraves políticos nada acontece”, disse.

Pablo finalizou seu discurso fazendo um pedido a Casa legislativa para que possa encaminhar um ofício para a reitoria da Universidade, com o intuito de obter informações sobre os avanços em torno do terreno para a conclusão do Campus da UFRB na cidade.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br