Situação volta a complicar na Chapada Diamantina; Capão, Ibicoara e Lençóis combatem chamas

Fogo atinge a região do Vale do Capão e já ameaça descer a serra do Boqueirão.

Fogo atinge a região do Vale do Capão e ameaça descer a serra do Boqueirão.

O combate ao fogo na região da Chapada Diamantina segue com dificuldade e já dura mais de 35 dias, consumindo áreas de preservação ambiental dentro e fora do Parque Nacional. Nesta quinta-feira (10/12/2015), com a temperatura quente, o fogo voltou a ganhar força e ameaça residências, nascentes de rios [Riachinho e Grota] e pontos turísticos, como é o caso na região de Lençóis e Palmeiras, além de provocar a interdição do Parque do Espelhado, onde fica a Cachoeira do Buracão, em Ibicoara. O ufólogo baiano, Paulo Gusmão, morador do Vale do Capão, em Palmeiras, gravou vídeo e publicou em redes sociais pedindo atenção para os focos que atingem a região, principalmente o Vale, que desse a serra do Boqueirão com velocidade e afeta a trilha da cachoeira do 21.

“A situação aqui no Vale do Capão está crítica e desesperadora. Acabei de chegar da sede da ACV-VC [Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão] onde estão sendo montadas as ações de combate aos incêndios e as equipes do PrevFogo estão todas em Ibicoara. A situação lá também está ruim. E aqui [Capão], quem está combatendo são os voluntários. Precisamos urgente de apoio dos governos federal e estadual”, aponta Gusmão em vídeo. Ainda de acordo com o ufólogo, o fogo agora na noite de quinta-feira (10) está descendo o Vale do Boqueirão em direção à nascente do Riachinho.

*Com informações do Jornal da Chapada.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br