Sistema Metroviário Salvador – Lauro de Freitas: Presidente Dilma Rousseff e governador Rui Costa inauguram última estação do projeto original da Linha 1 do metrô

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de inauguração da Estação Pirajá e do trecho Bom Juá-Pirajá, do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas.

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de inauguração da Estação Pirajá e do trecho Bom Juá-Pirajá, do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas.

Presidente Dilma Rousseff e governador Rui Costa inauguram última estação do projeto original da Linha 1 do metrô.

Presidente Dilma Rousseff e governador Rui Costa inauguram última estação do projeto original da Linha 1 do metrô.

O que há alguns anos parecia um sonho distante se concretizou, na manhã desta terça-feira (22/12/2015), com a inauguração da tão esperada Estação Pirajá do Sistema Metroviário de Salvador. O equipamento, entregue pela presidente da República, Dilma Rousseff, pelo governador da Bahia, Rui Costa, e pelo presidente do Grupo CCR, Renato Vale, vai aproximar, de maneira mais segura e confortável, os habitantes de um dos bairros mais populosos da capital baiana de localidades antes consideradas de difícil acesso. Também serão beneficiados moradores dos bairros de Campinas de Pirajá, Marechal Rondon, Lobato, Boa Vista de São Caetano, São Caetano, Calabetão, Mata Escura, Jardim Santo Inácio e Granjas Rurais Presidente Vargas.

“A nossa capital sofreu gozação por muito tempo, mas isso acabou em apenas dois anos com a conclusão da Linha 1 do metrô. O povo baiano, cheio de energia, quer mais e vai ter. Com a linha 2, chegaremos a 41 quilômetros de extensão, a terceira maior do país. Não tenho medo de dizer que vamos ter a melhor mobilidade urbana do país”, destaca Rui Costa.

A presidente Dilma Rousseff também comemorou a concretização de mais uma etapa do sistema metroviário. “Já inaugurei algumas estações na cidade, mas hoje estou ainda mais feliz por inaugurar a de Pirajá. Salvador passa a ter acesso ao que já era de direito.  A Linha 1 do Metrô já está pronta.  É de se orgulhar. A Linha 2 já está em construção e vai beneficiar milhares de famílias”.

A inauguração da nova estação marca a conclusão do projeto original da Linha 1 do metrô, que passa a ter 12 quilômetros de extensão e oito estações:  Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá. Esta etapa da obra foi concluída pelo Governo do Estado em apenas dois anos e meio após a transferência da gestão do sistema do município de Salvador para o Estado, ocorrida em 2013.

Localizada às margens da BR-324, com acesso pela Rua da Indonésia, a oitava estação do metrô funcionará, inicialmente, em operação assistida, com acesso gratuito, de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h, e aos sábados, das 8h às 14h30. Os trens circulam da Lapa a Bom Juá, com tempo de percurso de 15 minutos, e os usuários irão desembarcar, para embarcar novamente seguindo para a Estação Pirajá, com tempo de viagem de mais três minutos.

A Estação Pirajá é considerada estratégia também pela integração com um dos maiores terminais de transbordo da cidade, por meio de uma passarela de acesso com 130 metros de comprimento e seis metros de largura. A assistente de Recursos Humanos, Suzana Carvalho, 34 anos, ficou entusiasmada com notícia e mal pode esperar para utilizar o serviço, visando fugir dos engarrafamentos. “Saio todos os dias de Dom Avelar para ir ao Comércio, onde trabalho. Levo, normalmente, duas horas para chegar. Acredito que com a Estação Pirajá reduza bastante esse tempo, tanto na ida quanto na volta”.

Para o atendimento ao usuário e segurança na nova estação, a CCR Metrô Bahia conta com 30 colaboradores e 78 câmeras de monitoramento, que estão interligadas ao Centro de Controle Operacional (CCO). Os agentes passaram por treinamentos, incluindo o módulo de acessibilidade para garantir a condução das pessoas com deficiência, idosos e cadeirantes, possibilitando o conforto e bem-estar dos usuários.

Infraestrutura

Com 8.484 metros quadrados de área construída, a maior estação em capacidade da Linha 1 possui banheiros feminino e masculino, banheiros adaptados para pessoas com deficiência, elevadores, escadas rolantes e piso tátil. A estação tem arquitetura moderna que privilegia a ventilação natural e conta com iluminação em LED.

A construção da Estação Pirajá durou 12 meses e contou com o trabalho de mais de 600 operários. Um dos principais desafios da construção da nova estação foi vencer o terreno rochoso, com a remoção de uma rocha de 12.843 m3 e escavação de 76.739 m3 de terra para possibilitar as fundações. Além disso, outro diferencial foi a montagem da grande cobertura da estação, que possui 145,6 toneladas.

2016

O horário de funcionamento da Estação Pirajá será estendido gradualmente até abril de 2016, quando entrará em operação comercial, com funcionamento das 5h à meia-noite todos os dias, inclusive nos feriados. Quando estiver em operação plena, a estação deve receber cerca de 150 mil passageiros por dia. Além disso, está prevista ainda a expansão da Linha 1 até Águas Claras/Cajazeiras, cuja licitação deve ser lançada pelo governo no primeiro trimestre de 2016.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br