PSDB responde a Dilma e diz que não é único responsável por impeachment

Senador Aécio Neves, derrotado nas eleições de 2014, tem apoiado inúmeras tentativas de destituir o mandato da presidente Dilma Rousseff. Sociedade atribui perfil de articulador do golpismo ao senador.

Senador Aécio Neves, derrotado nas eleições de 2014, tem apoiado inúmeras tentativas de destituir o mandato da presidente Dilma Rousseff. Sociedade atribui perfil de articulador do golpismo ao senador.

Em nota divulgada hoje (11/12/20105), o PSDB respondeu à presidenta Dilma Rousseff, afirmando que ela está equivocada ao responsabilizar os tucanos pelo processo de impeachment em discussão na Câmara dos Deputados. “A presidente da República equivoca-se mais uma vez ao transferir ao PSDB a responsabilidade exclusiva sobre o processo de impeachment. Na base do impeachment não está um partido político, mas a voz de milhões de brasileiros”, acrescentou o documento.

Na nota, a direção do partido afirma que o pedido de impeachment da presidenta, aceito semana passada pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), “tem fundamento”. “Ao contrário do que o PT fez no passado, ao propor o impeachment dos ex-presidentes Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, agora, o pedido em discussão na Câmara dos Deputados tem fundamento.”

O PSDB informou ainda que a posição externada ontem (10), durante reunião das principais lideranças do partido, em Brasília, “parte da constatação de que a presidente efetivamente cometeu crime de responsabilidade”.

“Já é hora de a presidente dedicar-se à defesa das graves acusações que lhe são imputadas e deixar de lado a inócua retórica política, com a qual tem buscado se defender e terceirizar responsabilidades”, destacou a nota.

De acordo com o documento, o pedido de impeachment tem como sustentação um crime de responsabilidade. “O pedido sustenta-se no cometimento de um crime de responsabilidade pela presidente. As pedaladas fiscais violaram a Constituição e se constituíram em mais uma ferramenta para enganar a população e vencer as eleições, já que serviram para esconder do país a real situação das contas públicas.”

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br