PEC 148: deputado Alan Sanches diz que governo da Bahia faz avaliação equivocada e continua sem pensar nos servidores

Alan Sanches: “O FGTS do servidor, por exemplo, não é recolhido, o que no fim das contas gera um prejuízo muito grande.".

Alan Sanches: “O FGTS do servidor, por exemplo, não é recolhido, o que no fim das contas gera um prejuízo muito grande.”.

O deputado estadual Alan Sanches, em meio a polêmica que envolve a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 148/2015 enviada pela Governo do Estado, que trata da estabilidade financeira, férias e licença-prêmio do funcionalismo público, reforça que o executivo estadual, alegando a crise, faz uma avaliação equivocada, que, conforme ele, se aprovada, prejudicará e muito os servidores que dedicaram anos de sua vida ao serviço público e agora estão prestes a ver seus direitos ceifados. No seu discurso, o deputado fez ainda uma comparação do serviço público com a iniciativa privada e os prejuízos que a categoria já acarreta.

“O FGTS do servidor, por exemplo, não é recolhido, o que no fim das contas gera um prejuízo muito grande e o Governo não pode ignorar isso e agora ainda querer penalizar ainda mais os seus funcionários”, destacou, conclamando, no entanto, aos servidores presentes na galeria que se mobilizem. “Pois, só assim poderemos barrar esse pacote de maldades”, concluiu. A votação está prevista para a primeira semana de janeiro.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br