OAB Bahia torna facultativo uso de paletó e gravata por advogados

Os advogados baianos poderão, a partir de agora, optar entre usar ou não paletó e gravata no exercício da profissão. A decisão foi aprovada durante a 33ª sessão do Conselho Pleno da OAB da Bahia, última do ano, realizada na manhã desta sexta-feira (04/12/2015), no auditório da seccional.

De relatoria do secretário-geral adjunto da OAB-BA, Antônio Adonias, o texto torna facultativo o uso das peças em qualquer estação do ano e em qualquer ambiente, exceto quando o advogado for fazer sustentação oral: “Nestes casos, se ele não estiver usando paletó, terá que usar vestes talares, conhecidas como beca”, explicou Adonias.

Para levar a novidade aos advogados do interior, o Conselho Pleno também decidiu realizar audiências públicas sobre o tema: “Precisamos dividir a matéria com os nossos colegas de fora da capital, que são os mais interessados no assunto, visto que sofrem diariamente com o calor escaldante do sertão baiano”, destacou o presidente da OAB-BA, Luiz Viana Queiroz.

Ainda na sessão, o diretor-geral da Escola Superior de Advocacia Orlando Gomes (ESA/BA), Luiz Coutinho, apresentou o relatório de gestão da entidade, correspondente ao triênio 2013/15. Segundo o documento, durante este período, a ESA/BA realizou 73 cursos na capital e 74 no interior, com 6.194 alunos, promoveu 49 eventos, 30 edições do Cine ESA e 9.802 cursos telepresenciais, totalizando 21.106 advogados contemplados.

“É a sensação do dever cumprido. Trabalhamos muito para que tudo isso acontecesse”, pontuou Coutinho, que foi elogiado pelo conselheiro Orman Ribeiro: “A gestão do colega à frente da ESA foi a mais profícua de toda a história da OAB-BA”, disse.

Outros pontos em pauta foram a aprovação da separação da Comissão de Arbitragem da Comissão de Mediação e Conciliação da OAB-BA, que passa a ser permanente, e aprovação de moções de aplauso a Coutinho, ao vice-presidente da OAB-BA, Fabrício de Castro Oliveira, e aos advogados do sertão e de pesar pelo falecimento do ex-presidente da OAB de Ilhéus, Leonel Cristo Pontes, do ex-governador Lomanto Júnior e do advogado Gabino Kruschewsky.

Também foi aprovada, por sugestão de Luiz Viana, o nome de Joselita Cardoso Leão, que foi secretária-geral da OAB-BA por seis anos, para receber a medalha Ruy Barbosa, a mais alta honraria da Ordem.

A sessão contou, ainda, com a despedida emocionada de conselheiros que deixarão o grupo em 2016, quando começa a nova gestão do presidente Luiz Viana. Entre eles, despediram-se Daniel Athayde, Cláudio Cairo, Edmilton Carneiro, Edvaldo Ramos, Ubirajara Ávila, Renner Torres e Fabrício de Castro: “Na verdade, essa não é uma despedida, porque todos nós continuaremos tendo voz neste conselho. É, apenas, um até breve”, concluiu Fabrício, que foi eleito para representar a Bahia no Conselho Federal da OAB durante a próxima gestão.

Outras publicações

Ministério da Agricultura faz inspeção para manter SISBIi na Bahia Uma equipe de cinco fiscais federais do Ministério da Agricultura (Mapa) realiza desta segunda até a próxima sexta-feira (18/10/2010 a 22/10), visita ...
SINEBAHIA abre mais 210 vagas para cursos gratuitos via SENAI O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), através do programa CGQP (Curso Gratuito de Qualificação Profissional), acaba de abrir inscriçõ...
Mercado publicitário baiano ganha campanha da ABMP para valorização do profissional ABMP passa por processo de renovação e lança nova logomarca institucional. Evento de lançamento, no dia (25/10/2016), contará com divulgação de pesq...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br