MEC publica portaria que autoriza implantação do curso de Medicina na UFBA de Vitória da Conquista

Portaria autoriza funcionamento do curso de Medicina na UFBA de Vitória da Conquista.

Portaria autoriza funcionamento do curso de Medicina na UFBA de Vitória da Conquista.

O Ministério da Educação (MEC) publicou, na última quarta-feira (02/12/2015), no Diário Oficial da União, a Portaria nº. 943 que autoriza a implantação do curso de Medicina na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Vitória da Conquista.

Serão oferecidas inicialmente 45 das 80 vagas disponibilizadas pelo MEC. As referidas vagas serão incluídas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu/MEC) para a seleção através do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Os alunos que prestaram o último ENEM, realizado no mês de outubro deste ano, poderão concorrer às vagas do curso de Medicina (bacharelado).

De acordo com a Direção da UFBA-Conquista, por conta da greve que postergou a conclusão deste ano letivo, as aulas no novo curso estão previstas para começar somente em junho de 2016 (semestre letivo 2016.1). Uma Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas – CAMEM, instituída pelo Ministério da Educação, em conformidade com a Portaria nº. 306, de 26 de março de 2015, irá avaliar periodicamente o curso de Medicina.

Com a chegada desse novo curso, a UFBA-Conquista passa a oferecer agora sete opções de cursos de graduação: Enfermagem, Nutrição, Farmácia, Psicologia, Biotecnologia, Ciências Biológicas e Medicina. São cerca de 250 vagas ofertadas a cada ano aos estudantes que buscam uma formação profissional, sobretudo, humana e cidadã.

Projeto pedagógico

O projeto político pedagógico do curso de Medicina foi elaborado com base na Lei de Diretrizes de Bases da Educação (Lei nº. 9394/96) e nos princípios, fundamentos, condições e procedimentos para formação de médicos contidos na Resolução 03/2014 CNE/CES.

O currículo deverá possibilitar ao graduado em Medicina uma formação geral, humanista, crítica, reflexiva e ética, com capacidade para atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, com responsabilidade social e compromisso com a defesa da cidadania, da  dignidade humana, da saúde integral do ser humano e tendo como transversalidade em sua prática, sempre, a determinação social do processo de saúde e doença.

O currículo será estruturado por módulos, com uma integração maior dos diversos conhecimentos, evitando a fragmentação em disciplinas isoladas. Objetiva-se, dessa maneira, a formação de um profissional mais generalista, com base em clínica e saúde coletiva, capaz de abarcar as demandas do setor público e privado.

Será possível contar com a rede municipal de serviços de saúde para o campo da prática, incluindo o hospital e o laboratório municipais, pronto-socorro pediátrico, núcleo de apoio à saúde da família de Vitória da Conquista, além de um polo de educação permanente para residência médica nas áreas de pediatria, anestesiologia, ginecologia, obstetrícia e em medicina da família e comunidade.

Outras publicações

Bahia ganha novo Voo Charter da Itália para o verão A Bahia ganhou mais um voo charter para a temporada de verão. Dessa vez os italianos terão a opção de visitar o estado com o voo da Air Italy, que ter...
Na Itália, governador Rui Costa promove destino Bahia em evento de turismo Governador Rui Costa participa de atividades de promoção do Estado da Bahia na Europa. Realizado nesta terça-feira (06/10/2015), durante a Expo Milã...
Ganhadeiras de Itapuã fazem show de encerramento da Caminhada Raízes da Bahia Ganhadeiras de Itapuã apresentam show. As palmas, as vozes e o samba de roda das Ganhadeiras de Itapuã darão o tom do encerramento da Caminhada Raíz...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br