Jornal Le Monde compara Sérgio Moro a agente estadunidense que prendeu Al Capone

Sérgio Moro na condição de Cristo Redentor ilustra perfil do juiz da Lava-Jato no Le Monde.

Sérgio Moro na condição de Cristo Redentor ilustra perfil do juiz da Lava-Jato no Le Monde.

A edição desta quinta-feira do jornal francês Le Monde comparou o juiz federal Sergio Moro a Eliot Ness, o incorruptível agente federal americano célebre por prender Al Capone na década de 1930 e herói da série e do filme Os Intocáveis. Moro é descrito pela repórter Claire Gatinois como um “pequeno juiz de província”, “odiado e temido por políticos” e “idolatrado pelos cidadãos brasileiros”. Ilustrado por um Moro Redentor, o perfil diz que, embora se sinta “voz pregando no deserto”, o juiz da Lava Jato sabe que está diante do caso judicial de sua vida e “faz tremer os caciques da política em Brasília e os alto executivos de São Paulo”. (João Pedroso de Campos, de São Paulo)

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br