Governador Rui Costa visitou 140 escolas de 82 municípios baianos em 2015

Governador Rui Costa durante encontro com alunos da rede estadual.

Governador Rui Costa durante encontro com alunos da rede estadual.

Sedes e zonas rurais de 82 municípios baianos receberam a visita do governador Rui Costa, em 2015, onde entregou obras concluídas e assinou várias ordens de serviço para novas ações. Um dos grandes destaques das viagens foram as visitas a cerca de 140 escolas estaduais, municipais e creches, como forma de subsidiar o programa Educar para Tranformar – Um Pacto pela Educação. Dividido em cinco eixos, o programa tem como princípio a formação de parceria com educadores, municípios, universidades, movimentos sociais, empresários e as famílias para melhorar a educação pública.

Nas visitas às escolas, ocorreram curiosidades, como o governador participando de atividades artísticas e culturais e mudando o roteiro em atendimento a convite de alunos de colégios que não estavam previstos nas viagens. No bairro do Uruguai, em Salvador, Rui visitou a Escola Estadual Polivalente San Diego, que não estava na agenda, e jogou capoeira. Em Feira de Santana, outra unidade, não incluída no roteiro e que recebeu a visita do governador, é o Colégio Estadual Celita Franca Silva.

Experiência bem-sucedida 

O governador, que destaca a importância do exemplo para o desenvolvimento do ser humano, conheceu a diretora Rosemeire Guerra, do Colégio Estadual Félix Mendonça, de Itabuna, na região sul da Bahia. Especialista na área, ela é uma das responsáveis por práticas de gestão que deram ao colégio o melhor ‘Destaque Estadual’, na 14ª edição do Prêmio Gestão Escolar 2013, do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), e por dois anos consecutivos o Prêmio Melhor Escola Pública do Ano, conferido pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA).

Em 2014, ela apresentou a experiência bem-sucedida em eventos na Inglaterra e nos Estados Unidos. O governador ficou tão impressionado com a energia e a vontade da diretora que Rosemeire foi convidada para fazer uma palestra motivacional numa reunião de assessorias de comunicação do Estado, na capital.

 Democratização da vida escolar 

O secretário da Educação, Osvaldo Barreto, afirma que uma das prioridades do Educar para Transformar é o aumento do protagonismo dos alunos na vida escolar. “Um dos eixos do programa é a participação da família na escola. [No] processo de eleição dos diretores a participação dos estudantes passou a ser de 40% e dos pais de 15%. Também passou a ser exigido quorum mínimo de estudantes e pais para a eleição. O resultado foi excelente. A maioria das escolas deu quorum tanto de pais quanto de alunos”.

Barreto também afirma que o governador tem uma sensibilidade muito grande no âmbito da Educação. “Ele tem contato com a comunidade escolar, professores, estudantes e pais de alunos, e um dos aspectos observados é a infraestrutura. A secretaria tem procurado responder a essas questões que estão sendo compiladas pelo governador. Um exemplo é a Escola Estadual Edílson Joaquim dos Santos, de Nova Redenção, no centro sul da Bahia, primeiro colégio visitado por ele no início do ano. Ela [a unidade] depois passou por uma grande obra para recuperar os problemas estruturais e hoje é outra escola”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br