Fifa afasta por 90 dias vice-presidentes investigados por corrupção

O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Marco Polo Del Nero é indiciado pelo Departamento de Justiça do dos Estados Unidos, acusado de corrupção. O Departamento de Justiça dos EUA apresentou nesta quinta-feira acusações por corrupção contra mais 16 integrantes da FIFA, entre os quais o atual presidente e o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira.

O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Marco Polo Del Nero é indiciado pelo Departamento de Justiça do dos Estados Unidos, acusado de corrupção. O Departamento de Justiça dos EUA apresentou nesta quinta-feira acusações por corrupção contra mais 16 integrantes da FIFA, entre os quais o atual presidente e o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira.

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) decidiu hoje (04/12/2015) afastar por 90 dias de todas as atividades ligadas ao Futebol dois vice-presidentes da entidade investigados por corrupção. O presidente da Confederação Sulamericana de Futebol (Conmenbol), Juan Ángel Napout, e o presidente da Confederação da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf), Alfredo Hawit, em decisão tomada pelo Comitê de Ética da Fifa.

Segundo o site da entidade, a suspensão foi emitida após o Departamento de Justiça dos Estados Unidos tornar oficializar a investigação por extorsão, conspiração e corrupção contra Napout e Hawit.

* Com informações do site da Fifa

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br