Feira de Santana – Natal Encantado 2015: Janno, William de Castro, Timbaúba, Bruno Bezerra e Djalma Ferreira apresentam o melhor do talento feirense

Cena da edição Cena da edição 2015 do Natal Encantado de Feira de Santana. Evento é oportunidade para cantores locais demonstrarem o talento.

Cena da edição 2015 do Natal Encantado de Feira de Santana. Evento é oportunidade para cantores locais demonstrarem o talento.

Cada um deles subiu ao palco três vezes, número suficiente para mostrar ao público que Feira de Santana é um celeiro de excelentes cantores. Janno, William de Castro, Timbaúba, Bruno Bezerra e Djalma Ferreira são os “Cantores da Feira”, que mostraram talento e um repertório com o mais fino da nossa música.

E o bom repertório, composto por sucessos que vararam as décadas e se perpetuam com a chegada das novas gerações cantaram Dominguinhos, Gonzaguinha, Renato Russo, entre muitos outros. E a resposta do público foi a melhor possível.

Veteranos e novatos nos palcos da vida, consideram que a oportunidade de cantar para um público não apenas grande, mas selecionado que participa do Natal Encantado, pode ser vista como uma janela que se abre para os cantores locais. “Todo espaço aberto para o artista é válido. Tanto para ele como para o povo”, disse o veterano Timbaúba. Ainda afirmou que o Natal Encantado é um meio para tornar o cantor conhecido pelo público.

Dono de uma carreira consolidada, Janno comenta que o palco do Natal Encantado ocupado por um grupo de cantores abre a oportunidade para que todos mostrem seus trabalhos.

Fusão do lírico e o popular resulta em boa música, público aprova

 O “Xote das meninas”, uma das mais populares músicas de Luiz Gonzaga incorporou mais um ritmo ao Concerto Instrumental Pop Lírico: o forró. Com mais esta façanha, o grupo formado pelos maestros Adilson Ribeiro e Divino Allancaster, que fez uma participação mais do que especial, e a cantora lírica Cristina Bueno foi ovacionado na noite desta segunda-feira, 21, em um dos palcos do Natal Encantado, na praça Padre Ovídio.

Aliando técnica vocal e qualidade musical tirada de quatro teclados magistralmente por Adilson Ribeiro, o grupo fez uma apresentação única. Além da música clássica, passearam por alguns sucessos internacionais. Como temas dos filmes “Top gun” (Take my breath away), do Titanic (My heart will go on) – esta última numa versão em italiano, e, no bis, cantarolou a universal My Way, gravada por vários cantores mas imortalizada na voz de Frank Sinatra.

Foi um show onde se buscou a interação. A reação do público às músicas populares era imediata. E a apresentação ficou ainda mais participativa quando tocaram “Xote das meninas” e a cantora Cristina Bueno pediu para que o público acompanhasse o refrão que diz: “ela só quer, só pensa em namorar”. Foi prontamente atendida.

O maestro Divino Allancaster analisa que a mistura dos ritmos musicais visa agradar a todos, bem como uma tentativa para a popularização do canto lírico. “Mas o importante é que todos saiam contentes com o espetáculo”. Com certeza, todos voltaram para suas casas contentes com o que assistiram.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br