Exposição de Mandalas de Cecília Maringoni no Sarau de Itapuã

Cecilia MandalaOs amantes da boa arte têm um compromisso inadiável para a segunda-feira, 14 de dezembro, a partir das 18 horas, na Casa da Música, situada às margens da Lagoa de Abaeté, no bairro de Itapuã (Salvador-Bahia).

Durante o evento cultural Sarau de Itapuã, que homenageia o sanfoneiro Luiz Gonzaga, com muito forró e alegria, acontecerá a Exposição de Mandalas da artista plástica Cecília Maringoni.

Em sânscrito Mandala significa Círculo — Círculo Mágico ou concentração de energia. São diagramas geométricos rituais. Alguns deles correspondem a determinado atributo divino e outros são puro encantamento.

As Mandalas podem ser usadas como instrumentos de concentração e para atingir estados superiores de consciência.

Em seu ateliê da Boca do Rio, Cecília cria e recria as suas lindas Mandalas em feitio de oração. Durante a confecção de cada uma destas mandalas originais, há rogativas à Mãe e ao Pai Divinos para que a obra seja uma fonte energética de cura e proteção para a família que receberá a obra em seu lar. A Mandala está toda imantada com preces e rogativas.

O processo de confecção é minucioso, peça por peça sendo coladas e justapostas — e exige disciplina, concentração e destreza na elaboração de cada elemento figurativo.

Nestas Mandalas, a artista Cecília Maringoni usa todos os recursos possíveis. Suas obras apresentam técnica mista com pintura em tinta acrílica e mosaicos com diversos tipos de materiais: rendas de tecido pintadas, vidrilhos, missangas, lantejoulas, formas em resinas etc.

Para Cecília, mandala é o símbolo da integração e harmonia. Ela usa a linguagem universal, que é a linguagem do coração e tem como temática os encantos e mistérios do céu, da terra e do mar.

O Quê: Exposição de Mandalas de Cecília Maringoni

Quando: 14 de dezembro (segunda-feira), a partir das 18 horas

Onde: Casa da Música na Lagoa de Abaeté (Salvador – Bahia)

Evento: Sarau de Itapuã: Homenagem a Luiz Gonzaga

Sobre o autor

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. com.br.