Deputado Valmir Assunção diz que oposição apoia em peso o teatro de Eduardo Cunha

Deputado Valmir Assunção durante atividade no assentamento Pátria Livre em Vitória da Conquista.

Deputado Valmir Assunção durante atividade no assentamento Pátria Livre em Vitória da Conquista.

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) não poupou críticas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), responsável direto pela abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e falou que “o PT vai armar a resistência contra o golpe”. Nesta sexta-feira (11), durante encontro da regional sudoeste do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Vitória da Conquista, Assunção disse que os partidos de oposição ao atual governo federal estão todos “de braços dados com Cunha, compartilhando da mesma peça teatral”. De acordo com o petista, a representação se refere à retórica de dizer que está combatendo corrupção.

“Na verdade, o que acontece é que eles estão tentando desvirtuar as operações para salvar, ou apenas retardar a cassação de Cunha por quebra de decoro por ter recebido propina, ter contas na Suíça e ter mentido em uma CPI. A vida pregressa de Cunha é marcada pela época de Collor, quando ele foi nomeado para a Telerj, indicado por PC Farias. Além de sonegação fiscal e a ligação dele em fraudes de licitações. É uma pessoa dessa que quer julgar a presidente Dilma, que não tem nada, absolutamente nada contra ela. Esse processo de impeachment é uma distração para eles, pois não tem fundamento algum, querem quebrar o país com instabilidade política, detonando a economia e afastando os investidores”, enumera Valmir.

Segundo o petista, o dia 16 de dezembro é uma data importante para os movimentos sociais e para a sociedade brasileira irem às ruas para pedir a cassação do mandato do deputado Eduardo Cunha. “Não tem como ficar ao lado de uma pessoa com uma ficha dessa e a oposição segue firme ao lado dele. As manobras de golpe desses políticos já mostraram o desespero em que estão, cometendo atrocidades regimentais e até cerceando o direito de parlamentares. Mas no dia 16, o povo vai levar para as ruas a defesa da democracia e mostrar que é contra golpes e que já escolheu de que lado está”. Valmir estará neste sábado (12), em Juazeiro, para participar do encontro da regional norte do MST.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br