Através da Lei de Incentivo ao Esporte cerca de R$ 5 milhões foram investidos em projetos na Bahia

Aula de natação do Projeto Oportunidade em Feira.

Aula de natação do Projeto Oportunidade em Feira.

De 2012 a 2015, a Lei Federal de Incentivo ao Esporte destinou mais de cinco milhões em projetos esportivos no estado da Bahia, beneficiando cerca de seis mil jovens de 7 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social. As cidades contempladas com o investimento são Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Candeias e Simões Filho.

O investimento é direcionado a projetos de desporto educacional e de lazer, que têm como objetivo buscar a transformação social através do esporte. Os projetos garantem atividades gratuitas para os beneficiados, bem como todo o material esportivo, equipamentos e estrutura, com acompanhamento de educadores físicos.

De Peito Aberto

Todo esse investimento se deve aos projetos elaborados e geridos pela De Peito Aberto Incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer (DPA), única que atua na Bahia há mais de sete anos, o que a torna uma instituição de referência na elaboração de projetos e captação de recursos no estado.

“A DPA busca realizar os seus projetos em estruturas públicas nas regiões com maior vulnerabilidade social. Todo equipamento esportivo público deve ter um projeto atuante. Não basta uma estrutura esportiva adequada, precisamos ter o professor e o material esportivo para a transformação educacional através do esporte”, disse Hagmar Madeira, fundador da organização e presidente da instituição na Bahia.

Projetos

Salvador Esporte e Cidadania, Oportunidade Através do Esporte e Esporte na Cidade são os três projetos executados em Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Candeias e Simões Filho, com patrocínio da BASF, Cielo, Pirelli e TECON, WILSON SONS. As prefeituras de cada cidade apoiam com a cessão dos espaços públicos para a realização das atividades.

Conforme dados do Ministério do Esporte, o Nordeste está aquém em investimento por esta lei, representando apenas 3%, enquanto o Sudeste lidera com 82%. “A De Peito Aberto vem buscando mudar esta realidade. Embora não seja nova, muitos empresários não conhecem a lei, então acabam deixando o recurso para o governo federal. A Bahia está no rodapé deste cenário, mas tem potencial de crescimento muito grande”, afirma Hagmar Madeira.

Investimentos em 2016

Para 2016, a DPA alcançou mais um resultado expressivo para a realização de projetos através da Lei. Serão dois milhões investidos em desporto educacional na Bahia, o que irá beneficiar mais de duas mil crianças e adolescentes.

Lei de Incentivo – Como patrocinar

A Lei de Incentivo ao Esporte – 11.438/2006 permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte. As empresas podem investir até 1% desse valor e as pessoas físicas até 6% do imposto devido.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br