Jornalista Paulo Henrique Amorim recebe título de ‘Cidadão Baiano’

Composição da mesa da Alba durante entrega do titulo de 'Cidadão Baiano' ao jornalista Paulo Henrique Amorim.

Composição da mesa da Alba durante entrega do titulo de ‘Cidadão Baiano’ ao jornalista Paulo Henrique Amorim.

Paulo Henrique Amorim, Marcelo Nilo e José Cerqueira Neto (Zé Neto).

Paulo Henrique Amorim, Marcelo Nilo e José Cerqueira Neto (Zé Neto).

Paulo Henrique Amorim discursa na Alba.

Paulo Henrique Amorim discursa na Alba.

Secretário de Comunicação Social do Estado da Bahia, André Curvello; Presidente da Alba, Marcelo Nilo; jornalista homenageado Paulo Henrique Amorim; e o autor do projeto de Lei que concedeu o título de 'Cidadão Baiano', José Cerqueira Neto (Zé Neto).

Secretário de Comunicação Social do Estado da Bahia, André Curvello; Presidente da Alba, Marcelo Nilo; jornalista homenageado Paulo Henrique Amorim; e o autor do projeto de Lei que concedeu o título de ‘Cidadão Baiano’, José Cerqueira Neto (Zé Neto).

A Bahia ganhou, na manhã desta sexta-feira (06/11/2015), mais um filho que representará a nossa cultura e defenderá a nossa terra com todo afinco e dedicação. O jornalista Paulo Henrique Amorim recebeu das mãos do deputado estadual e líder do governo, Zé Neto (PT), o Título de Cidadão Baiano, em Sessão Especial realizada na Assembleia Legislativa da Bahia.

Durante a cerimônia, que lotou o Plenário da Assembleia, a cantora feirense Paula Sanffer, que está conquistando o país com a sua participação no programa The Voice Brasil, interpretou o Hino Nacional e a canção Águas de Março, de Tom Jobim. Na sessão, também foi exibido um vídeo que mostrou a trajetória do jornalista que cobriu os maiores acontecimentos da humanidade, em seus 50 anos de carreira.

Segundo Zé Neto, proponente da honraria, foi uma grande alegria entregar a Paulo Henrique Amorim o Título de Cidadão Baiano. “Com este Título, Paulo passa a fazer parte da nossa gente. Ele que tem na sua família dois baianos, seu pai Deolindo Amorim, da cidade de Baixa Grande, que segundo Paulo, agora voltará a se chamar Deolindo Antonio, em homenagem a Castro Alves; e a sua esposa Geórgia Pinheiro, que vai fazer dele um baiano do sertão ao Recôncavo”, afirmou.

Sobre a emoção de entregar o Título Zé Neto disse que, “quando ele acabou de receber o Título, eu disse a ele “se ligue” porque você agora é baiano e “aí é nenhuma”, pode seguir em frente porque você tem uma dádiva a mais no seu currículo. A Bahia e os 15 milhões de baianos estão honrados em ter esse jornalista independente e qualificado, podendo agora dizer em todo canto que for, eu também sou baiano”.

Em seu discurso na tribuna, Paulo Henrique Amorim relembrou das influências, de seu pai e da sua esposa, que o torna baiano. “Essa Bahia de Deolindo Antônio se instalou naquela casa no Rio de Janeiro, de aposentos modestos, de um funcionário público subalterno do Ministério da Fazenda e um jornalista de vocação. É a Bahia da carne do sol, da farinha até a sobremesa, a farinha para cobrir o melado da cana. Veio junto com Deolindo Antônio, um estilo de escrever que lembra a caatinga, um estilo seco, sem adjetivo, gracilianamente alagoano, um estilo na ponta da faca, que o filho herdou. E o filho hoje jornalista, que tem um blog de nome Conversa afiada, e talvez tenha herdado também da Bahia, além deste texto sem gordura do pai, uma boca do inferno, de outro poeta daqui, Gregório de Mato Guerra. A Bahia do sertão pra mim caiu no mar quando este cidadão carioca se casou com a baiana mais bonita da Bahia, Geórgia Cardoso Pinheiro, de oxum, de todos os santos e demônios, do acarajé, da música, da gargalhada, da maledicência no bom sentido, da mesa farta, da família que não termina de chegar já que está sempre chegando um. Por causa dessa mistura, do seco do Deolindo com o olhar de Geórgia, me sinto muito honrado de ser baiano”, completou.

A mesa foi composta pelo presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Marcelo Nilo; o deputado estadual e líder do governo, proponente dessa sessão Zé Neto (PT); a esposa do jornalista, Geórgia Pinheiro; o secretário de Comunicação do Estado, André Curvello; o ex-governador da Bahia e vereador de Salvador, Waldir Pires; o jornalista e secretário de comunicação eletrônica, Emiliano José e o capitão da Polícia Militar, Bruno Reis.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br