Intercâmbio para adultos: curtir a vida depois dos 40 | Por Ana Luisa D’Arcadia de Siqueira

Cidade de Valeta, capital da República de Malta.

Cidade de Valeta, capital da República de Malta.

Viajar para estudar deixou de ser uma experiência exclusiva de adolescentes há um bom tempo. O número de adultos que embarcam nessa aventura aumenta a cada ano e bons motivos não faltam para viver essa experiência! Você pode aprimorar seus conhecimentos em outra língua, se atualizar na carreira, fazer trabalho voluntário ou apenas mudar de ares.

Normalmente, quando as pessoas chegam à fase do “enta” já estão consolidadas na carreira, o que significa que podem arcar com um intercâmbio com recursos próprios, tirar férias um pouquinho mais longas e ainda se presentear com pequenos luxos, que ainda não teve tempo ou oportunidade para fazer quando mais nova, como se jogar na cultura londrina ou na agitação nova yorkina, por exemplo.

Um intercâmbio cultural é uma excelente oportunidade para se afastar das suas atividades e tirar um período sabático. A possibilidade de trabalho em alguns destinos viabiliza essa decisão e pode te ajudar a descobrir uma nova profissão, promover mudanças na sua vida pessoal e voltar com a mente renovada para uma nova fase.

Agora, se as opções anteriores não estão adequadas ao seu estilo de vida, não se preocupe, há diversas maneiras de conseguir um tempinho para o intercâmbio. A forma mais comum é usar o período de férias para se dedicar aos estudos, cursos de até quatro semanas podem trazer excelentes resultados. Também há a possibilidade de uma licença não remunerada, concedida por algumas empresas.

Depois de tomada sua decisão é hora de escolher qual destino mais lhe agrada e fazer as malas! Praia, montanha, cidade grande, cidade pequena. Há um mundo de possibilidades! Lembre-se de considerar o clima, o tamanho da cidade, o perfil dos moradores, o que deseja fazer em seu tempo livre, etc. O importante é aliar um curso de qualidade com um destino que te inspire e encante.

Por falar em curso, você tanto pode aperfeiçoar um idioma, quanto se especializar em alguma área de atuação profissional, como em marketing, design, business, fotografia, entre outras opções. Em meio a tantas possibilidades é comum ter dúvidas sobre quais são as melhores escolhas. Por isso, o ideal é procurar uma agência de intercâmbio séria com profissionais qualificados que possam te orientar de forma adequada.

Embarcar em um intercâmbio depois de adulto é uma ótima opção, o curso pode ser melhor aproveitado e o destino explorado com mais atenção. Para tornar esse sonho realidade, é preciso apenas coragem para dar o primeiro passo e disposição para aproveitar tudo o que essa experiência pode proporcionar.

*Ana Luisa D’Arcadia de Siqueira é diretora de marketing da Global Study, franquia de intercâmbios.

Outras publicações

Austrália: 6 dicas para fazer um intercâmbio na Oceania Sidney, Austrália. Terra dos cangurus, dos coalas e do surf a Austrália é uma ótima opção para quem está pensando em embarcar em um intercâmbio cult...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br