Governo firma parceria com Uneb para implantação dos Núcleos de Direitos Humanos

Governador Rui Costa reunido com representantes da Uneb e do Núcleos de Direitos Humanos.

Governador Rui Costa reunido com representantes da Uneb e do Núcleos de Direitos Humanos.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) será parceira da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social  (Justiça Social) na implantação dos Núcleos de Direitos Humanos e Justiça Comunitária (NUDHs), nas áreas de Bases Comunitárias de Segurança. Em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (13/11/2015), no gabinete da Secretaria de Justiça Social, o secretário Geraldo Reis e o reitor da Uneb, José Bites de Carvalho, firmaram parceria para o trabalho.

O projeto, anunciado pelo governador Rui Costa como uma das ações sociais prioritárias do Pacto pela Vida, tem como objetivo implementar ações de proteção social para crianças, adolescentes, jovens e famílias que se encontram em situação de risco pessoal e social nas áreas críticas da Segurança Pública, e vai levar serviços como mediação de conflitos, atendimentos jurídicos e encaminhamentos para a rede de proteção social.

Serão sete núcleos implantados inicialmente, sendo quatro na capital, nos bairros de Tancredo Neves, Nordeste de Amaralina, Subúrbio Ferroviário e Bairro da Paz, e três no interior do estado, em Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista. O valor do investimento para 2016 será da ordem de R$ 4,8 milhões.

“Nosso objetivo é fortalecer os NUDHs como estrutura central da presença do braço social do estado nessas comunidades. Acreditamos que a Uneb tem um expertise importante na área de Direitos Humanos, reunindo experiências que dialogam com a realidade do estado, o que pode dar naturalidade ao papel de coordenação, implantação e monitoramento dos NUDHs”, afirmou o secretário Geraldo Reis.

A Universidade será responsável pelo desenvolvimento da metodologia de implementação e acompanhamento do projeto, que inclui a elaboração de um sistema de informação, criação de indicadores de avaliação e acompanhamento, além da formação das equipes técnicas das entidades que serão selecionadas. As capacitações vão incluir conteúdos como metodologia participativa, gestão em projetos sociais e construção de indicadores, entre outros.

A superintendente de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos da secretaria, Anhamona de Brito, reforçou o papel relevante da Universidade “para criar um alinhamento central entre as entidades selecionadas, garantindo uma unidade conceitual, metodológica e operacional dos núcleos”, explicou.

Presente na reunião, o coordenador do Grupo de Pesquisa em Gestão, Educação e Direitos Humanos da Uneb, professor José Cláudio Rocha, validou que “a criação dos NUDHs vai dar mais sinergia entre as diversas ações do estado na área, colaborando para a construção de uma cultura de respeito aos Direitos Humanos”. O professor falou também da importância do envolvimento da universidade, pois “as linhas de pesquisas acadêmicas estão buscando cada vez mais um cunho de inserção social que contribua para solução dos grandes desafios nacionais, como é o caso da violência”.

Neste sentido, o reitor José Bites de Carvalho sinalizou que a parceria colabora para o objetivo da Uneb de se abrir para a comunidade, atuando diretamente em serviços relevantes para o desenvolvimento do estado.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br