Feira de Santana está entre os melhores destinos turísticos do país

Praça Jackson do Amauri, Monumento ao Caminhoneiro, Feira de Santana. Feira de Santana é âncora por oferecer toda a estrutura para atender as cidades circunvizinhas que recebem turistas durante suas festas.

Praça Jackson do Amauri, Monumento ao Caminhoneiro, Feira de Santana. Feira de Santana é âncora por oferecer toda a estrutura para atender as cidades circunvizinhas que recebem turistas durante suas festas.

O município de Feira de Santana está na classificação B dentro da nova metodologia de categorização do Ministério do Turismo. O ranqueamento coloca a cidade em destaque nos roteiros de turismo, sendo classificada como “Âncora”, atendendo às necessidades para suporte de turistas na região.

A classificação B na condição de “Âncora” deixa Feira de Santana abaixo apenas de cinco capitais no ranking nacional, que estão com classificação A. Estas cidades levam como vantagem serem também classificadas como “Indutoras”, ou seja, oferecerem atrativos naturais que atraem o turismo durante todo o ano.

Feira é âncora por oferecer toda a estrutura para atender as cidades circunvizinhas que recebem turistas durante suas tradicionais festas locais. Dentre os fatores que contribuem para este destaque estão a rede hoteleira, restaurantes, hospitais, farmácias, bares, economia e uma infinidade de outros equipamentos e serviços que favorecem o bem estar dos turistas e dão suporte para os municípios da região.

A classificação foi anunciada durante o Encontro do Trede e de Secretários e Dirigentes de Turismo do Eixo Caminhos do Sertão, em Feira de Santana, no auditório do Ville Gourmet, na João Durval. O evento fez parte da I Semana Global do Empreendedorismo de Feira de Santana e foi aberto por Celiah Zain, caracterizada da heroína feirense Maria Quitéria.

O presidente da Câmara de Turismo do Estado da Bahia, Paulo Azevedo, explicou a metodologia utilizada pelo Ministério do Turismo para a classificação da cidade e apresentou um slide da Bahiatursa, mostrando o cenário turístico nacional, estadual, regional e local. Ele ressaltou que as cidades estão classificadas, de acordo com sua importância no cenário turístico, nas faixas que vão de A, B, C, D e E.

Paulo Azevedo lembrou ainda que a classificação não é permanente pois oferece oportunidades para as cidades com classificações menores se reestruturarem administrativa e economicamente para galgarem projeções classificatórias.

A diretora do Departamento de Turismo, Graça Cordeiro, observa a importância do ranqueamento visando fortalecer o turismo de Feira de Santana e região. Ela observa que a iniciativa projeta os Caminhos do Sertão no cenário nacional e firma a cidade de Feira de Santana pelo seu potencial turístico, oferecendo um conjunto de serviços atrativos.

Durante o evento, a presidente do Conselho de Turismo, Avani Duran, abordou sobre “Atendimento e Gestão no Turismo”, ratificando a necessidade da constante qualificação do Trade para que Feira de Santana se mantenha na categorização “B”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br