Em nota, Câmara Municipal de Feira de Santana informa que vereadores foram convidados por empresas a conhecerem manufatura dos ônibus que vão ser utilizados no município

Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS) emite nota de esclarecimento.

Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS) emite nota de esclarecimento.

Em nota, emitida na quarta-feira (18/11/2015), a Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS) informa que vereadores foram convidados  a conhecerem a manufatura dos ônibus que vão ser utilizados no município. Eles informaram, também, que o convite partiu das empresas vencedoras do processo licitatório, cuja finalidade é operar o sistema de transporte público de Feira de Santana.

A CMFS declarou que alguns jornalistas, que vão acompanhar os quatros vereadores na vistoria aos ônibus e a linha de produção da fábrica, não terão as despesas custeadas pelo erário.  Por fim, a CMFS declara que existe um corte de gratificações dos servidores com a finalidade de ajustar as despesas do Poder Legislativo à Lei de Responsabilidade Fiscal, e que as despesas da Câmara Municipal estão sendo pagas de forma regular.

Confira o teor da nota

O Poder Legislativo feirense foi convidado pelas novas empresas de transporte coletivo urbano, que atenderão Feira de Santana, a exemplo do convite feito ao Poder Executivo Municipal, para conhecer antecipadamente a frota que chegará no próximo mês e aceitou sugerindo a participação de representantes da imprensa que cobram melhor qualidade do serviço na cidade.

Participarão da comitiva quatro parlamentares: o presidente do Legislativo, vereador Reinaldo Miranda, Ronny (PSDB); o líder do Governo na Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSL); o presidente da Comissão de Transportes da Câmara, vereador Alberto Nery (PT); o representante da oposição, vereador Edvaldo Lima (PP); e dois assessores de comunicação da Casa. Estes terão as despesas pagas pela Câmara. Os jornalistas que acompanharão a comitiva não terão as despesas custeadas pelo Legislativo, mesmo porque não é permitido.

Sobre a “redução salarial”, também divulgada na imprensa, a Câmara não reduzirá salários de servidores. Exclusivamente no mês de dezembro terá cortes de gratificações. A medida tem o objetivo de atender à Lei de Responsabilidade Fiscal, onde as despesas com funcionários devem atender seu limite. Isso ocorreu porque as férias dos funcionários de 2014 não foram pagas no prazo e então o atual presidente teve que efetuar a quitação em janeiro de 2015, o que impactou na folha de pagamento deste ano.

Todas as contas da Câmara de Vereadores de Feira de Santana são pagas, rigorosamente, em dia e não tem que reclamar da falta de recursos, uma vez que o Poder Legislativo feirense trabalha dentro das determinações da Lei Orçamentária.

Requerimento que autoriza sessões extraordinárias é aprovado 

Foi aprovado, na manhã desta quarta-feira (18), na Câmara Municipal de Feira de Santana,  o requerimento de nº 132/15 que autoriza a Casa a realizar reuniões extraordinárias para a apreciação do projeto de decreto legislativo de números 85, 86 e 87/15 e ainda demais matérias que estejam aptas para apreciação.

Outras publicações

Bares e restaurantes são alertados sobre mesas e cadeiras nas calçadas de Feira de Santana A instalação de cadeiras e mesas em passeios não pode bloquear, obstruir ou dificultar a passagem de pedestres. Donos de bares e restaurantes terão ...
Confira a coluna de Antônio José Larangeira de 20 de outubro de 2014 O turismologo Ferdinando Lucena ao lado da esposa Hellen Lucena, em João Pessoa. O deputado federal Fernando Torres que ficou na suplência no ult...
Yasmim Marinho lançou a obra ‘Aquário’ no MAC de Feira de Santana Yasmim Marinho lançou a obra ‘Aquário’. O lançamento do livro ‘Aquário’, de autoria Yasmin Marinho ocorreu na quinta-feira (29/10/2015) no Museu de ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br