Eleições de 2016 serão utilizadas pelo PT como forma de reconstruir imagem e defender projeto

Para as eleições municipais de 2016,  Partido dos Trabalhadores retoma estratégia dos anos 1980 e pretende lançar maior número possível de candidatos com a finalidade de reafirmar conquista, refazer imagem pública e defender projeto de poder.

O PT, assim como os demais partidos, não poderá contar com financiamentos empresariais. Com o agravante da crise ética que atinge a sigla e as principais lideranças, o PT decidiu adotar nas eleições municipais de 2106 estratégia semelhante à que era usada nos anos 1980, nas origens do partido. A ideia é lançar o maior número possível de candidatos a prefeito, mesmo com poucas chances de vitória, para ocupar os espaços no debate político, principalmente no rádio e na TV, além de mobilizar a militância, fortalecendo a identidade partidária.

Movimento anti-PT

O anti-petismo é observado como um dos maiores entraves para os candidatos do partido em 2016. Por isso, vários prefeitos estão deixando a legenda para concorrer por outras siglas. Dos 632 prefeitos eleitos pelo PT em 2012, 69 saíram. Isso levou o próprio Lula a abordar o assunto na quinta-feira. “Quem quiser sair que saia. Este partido tem porta de entrada e porta de saída”

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br