Deputado Eduardo Cunha diz que vai provar que não mentiu na CPI

Ao ser perguntado se não ficava constrangido em presidir a Câmara durante o processo no Conselho de Ética, Eduardo Cunha disse que não via nenhum problema em continuar ocupando a presidência da Casa.

Ao ser perguntado se não ficava constrangido em presidir a Câmara durante o processo no Conselho de Ética, Eduardo Cunha disse que não via nenhum problema em continuar ocupando a presidência da Casa.

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse na terça-feira (03/11/2015), após instauração de processo contra ele por suposta quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Casa, que vai provar, em sua defesa, que não mentiu quando prestou depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre contas bancárias.  “Vou provar que não faltei com a verdade. Eu não menti à CPI”, disse.

Ao ser perguntado se não ficava constrangido em presidir a Câmara durante o processo no Conselho de Ética, Cunha disse que não via nenhum problema em continuar ocupando a presidência da Casa. Ele informou que vai analisar a representação contra ele apresentada pelo PSOL e pela Rede Sustentabilidade por quebra de decoro para então elaborar a sua defesa a fim de apresentar ao Conselho de Ética.

Cunha não quis antecipar pontos da defesa. Afirmou que ainda não leu a representação e que fará isso na noite de hoje ou amanhã de manhã. “Tudo tem o seu tempo. Eu não menti à CPI. Quando eu apresentar a minha defesa ao conselho vocês vão saber todas as minhas

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br