Chapada Daimantina: Chamas voltam a atingir Ibicoara e combate é intensificado na região do Lacrau

Foco de incêndio segue arrasando vegetação em Ibicoara.

Foco de incêndio segue arrasando vegetação em Ibicoara.

O fogo que afetou o município de Ibicoara, na Chapada Diamantina, na última semana, voltou e arrasa a vegetação da região do Lacrau. Neste domingo (15/11/2015), em contato com o Jornal da Chapada, a comunicóloga Tayne Luz, que acompanha de perto os combates em Ibicoara, informou que a mobilização dos brigadistas do município, comunidade local, voluntários e membros da brigada Prevfogo transcorreu durante toda a madrugada de sábado para domingo.

Com as ações concentradas no grande fogo que toma a região do Mucugezinho, Morro do Pai Inácio, entre Lençóis e Palmeiras, outros focos de incêndios também precisam de reforço para evitar que as chamas se espalhem. “Os outros municípios da Chapada que sofrem com o fogo também precisam de atenção. O fogo aqui em Ibicoara é combatido arduamente e toda hora ele volta. A noite foi complicada, tivemos um incêndio muito grande em área que não foi queimada antes”, aponta Tayne.

Atualmente, além de Ibicoara, existem combates também nas regiões do Vale do Capão (Palmeiras), Rio Mucugezinho (entre Lençóis e Palmeiras) e próximo à BR-242, além de equipes no Vale do Cercado, que fica no município de Iraquara, numa região próxima ao Morro do Pai Inácio, onde o fogo está começando a avançar, ameaçando queimar casas. O Vale do Cercado é uma área que pertence a APA/Marimbus/Iraquara.

O chefe interino do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD), Cézar Gonçalves, já havia confirmado ao Jornal da Chapada a volta dos focos de incêndios em Ibicoara. “O fogo voltou, tem uma equipe trabalhando lá, do Prevfogo, para evitar que o fogo avance e atinja o Parque Nacional”, completa.

Atuação continua

Há focos também em Mucugê e Seabra, conforme informou o presidente dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira. O presidente da Cifa ainda fez um desabafo em rede social e cobrou maior atenção das autoridades. “Gente, já passou da hora de pedir apoio ao governo federal. O ego dos nossos gestores é muito, precisamos de mais aeronaves ou vamos ficar assistindo a Chapada queimar, arder em chamas. Nossos gestores precisam de mais humildade para reconhecer a incapacidade de gerir esses focos de incêndios que estão destruindo nossa fauna flora e muito mais”.

O pedido de Homero foi atendido e a Força Aérea Brasileira já está chegando na região para auxiliar o combate ao grande incêndio que está descontrolado na região do Mucugezinho, onde afeta três municípios. O governo da Bahia também mantém auxílio direto, conforme publicou o Jornal da Chapada.

Vale do Capão

O fogo segue também no Vale do Capão, onde brigadistas, voluntários e o ICMBio atuam para debelar as chamas. A atuação é para evitar que o fogo atinja o Morrão, já que o incêndio já desceu para uma comunidade conhecida como Conceição dos Gatos, já passou do Campo de São João, está avançando nos Gerais em direção à Palmeiras. Tem ainda atuação na região do Barro Branco, em Lençóis, que é outra ponta do foco, conforme aponta o chefe interino do PNCD, Cézar Gonçalves. Ainda há combate no Morro Branco, no final do Vale do Capão, com brigadistas, voluntários e membros da Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC).

Fogo em Seabra

O município de Seabra também sofre com o fogo. Há vários focos de incêndios na ‘Serra da Cotreia’. A fumaça do fogo que atinge o Mucugezinho chega na cidade e assusta os moradores. O combate também acontece nessa região por brigadistas e voluntários.

*Com informações do Jornal da Chapada.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br