Shopping Popular de Feira de Santana: vereador diz que secretário tratou comerciante com truculência

Edvaldo Lima diz que secretário tratou comerciante com truculência.

Edvaldo Lima diz que secretário tratou comerciante com truculência.

O vereador Edvaldo Lima (PP), durante uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (21/10/2015), denunciou que o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior, teria tratado um comerciante com truculência, durante uma reunião ocorrida, ontem, no Centro de Abastecimento.

“O secretário Antônio Carlos Borges Júnior fez um anúncio convocando todos os comerciantes que atuam no Centro de Abastecimento, mas tenho aqui as fotos de um rapaz chamado Rogério sendo retirado da reunião, com truculência. Os governistas não aguentam ver o vereador Edvaldo Lima falando a verdade. Tenho aqui as provas de que tirou o senhor Rogério à força, para que ele não participasse da reunião, afirmando que ele seria olheiro da oposição”, queixou-se.

Edvaldo acrescentou mais críticas ao referido secretário. “Ainda foi passada uma lista, digo irresponsável e desrespeitosa, em branco, para que os comerciantes assinassem sem saber o que estavam assinando. Para aqueles que estão no cabresto do prefeito e do secretário”, afirmou.

Shopping popular

O edil comentou ainda uma matéria publicada no site Acorda Cidade que trata de uma ação, que tramita na justiça, solicitando o impedimento da construção do shopping popular de Feira de Santana, da forma que foi anunciada.

“Esta aqui é uma matéria sobre uma ação para impedir a construção do shopping popular, que continua na Justiça, e o advogado está alertando. Essa ação já tramita há mais de três meses. Ele anunciou há poucos dias o anúncio da obra, não respeitando a Justiça. Este Governo nem a Justiça respeita, não sou eu que estou dizendo, mas a Justiça, que diz que não é para construir enquanto não tiver decisão”, pontuou.

Edvaldo lamenta a situação de alguns comerciantes que sairão do Centro de Abastecimento, por conta da decisão de construir o shopping popular naquele local. “O Centro de Abastecimento é histórico e não pode ser desativado. Infelizmente, o Governo quer passar por cima, como um trator em cima dos comerciantes”, criticou.

Sanitários da Praça do Tomba

Mudando de foco, o edil rebateu a declaração do vereador Correia Zezito (PTB) de que teria mentido a respeito da situação dos sanitários da praça do Tomba. “O senhor impediu a comissão de ir ao local naquele momento, não falou a verdade e continua não falando a verdade. Depois que eu cobrei é que foi lá um funcionário e tirou o vaso, somente após eu ter denunciado, mas mudar um vaso não é reforma”, disse.

Na oportunidade, Edvaldo afirmou que não impede que nenhum vereador vá a qualquer bairro da cidade. “Em nenhum momento falei que o vereador não deve ir ao bairro, jamais o senhor vai ouvir isso da minha boca, isso não saiu da boca do vereador Edvaldo Lima”, salientou.

Outras publicações

Mulher morre atropelada em frente ao Supermercado G. Barbosa da Cidade Nova Michele Germano Mendes morreu atropelada nesta segunda-feira (21/12/2009), em frente ao Supermercado G. Barbosa, do bairro Cidade Nova. O veículo que ...
Eleições 2016 – Feira de Santana: prefeito José Ronaldo é recebido na Chácara São Cosme Prefeito José Ronaldo é recebido na Chácara São Cosme. O prefeito José Ronaldo, candidato à reeleição pela Coligação “O Trabalho Vai Continuar”, foi...
Vereadores reclamam mais empenho do Governo do Estado em Feira de Santana Marcos Lima citou as obras inacabadas, a exemplo do Centro Convenções, e a dificuldade de realizar outras, como as avenidas Ayrton Senna e Noide Cerq...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br