Sesab nega redução de leitos na rede própria de maternidades

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) informa que não há indicativo de redução de leitos na rede própria.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) informa que não há indicativo de redução de leitos na rede própria.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) emitiu nota na terça-feira (13/1/0/2015) negando redução de leitos na rede própria de maternidades.

Confira o teor da ‘Nota de Esclarecimento – Maternidades’

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) informa que não há indicativo de redução de leitos na rede própria. Pelo contrário, a atual gestão vem fazendo vários esforços no sentido de ampliar a oferta de leitos em Salvador e no interior. No primeiro semestre de gestão, foram abertos 265 leitos em geral (clínicos, obstétricos, pediátricos e UTIs), distribuídos entre hospitais da rede própria e através de contratualização.

Para o segundo semestre, estão sendo feitos remanejamentos para, sem construção e/ou ampliação das unidades de saúde, conseguir 560 vagas de enfermaria e 70 de UTI,  a partir da implantação de uma gestão de leitos eficiente em todos os hospitais da rede. Estes leitos vão contemplar não apenas a área obstétrica.

Hoje, de acordo com o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), o estado possui 1.539 leitos de obstetrícia cirúrgica (SUS) e 2.525 leitos obstetrícia clínica (SUS).

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br