Scania inicia novo estilo de trabalho para o mercado de ônibus

Ônibus biarticulado da Scania para o sistema de transporte público tipo BRT.

Ônibus biarticulado da Scania para o sistema de transporte público tipo BRT.

Ônibus biarticulado da Scania para o sistema de transporte público tipo BRT.

Ônibus biarticulado da Scania para o sistema de transporte público tipo BRT.

Marca deixa de vender apenas o chassi do veículo para oferecer a operadores e autoridades uma solução completa de transporte para a mobilidade urbana. A Scania inicia um novo formato de atuação e estratégia para o mercado de ônibus urbanos no Brasil. A partir de agora, a empresa deixa de vender apenas o chassi do veículo e passa a disponibilizar uma solução completa para cada perfil de operação. Com isso, a empresa vai ajudar o cliente a entender melhor a legislação que rege sua concessão e o sistema em que vai operar (ou no qual já atua), bem como dar consultoria sobre a logística do sistema e até orientar na escolha do veículo e do serviço ideal para sua atividade.

“Scania é ônibus, e iniciamos um novo jeito de enxergar o negócio e de pensar e agir em equipe. E no fim do processo vai ajudar o cliente com a solução perfeita. Sempre nos preocupamos em oferecer o melhor, mas agora pusemos em prática uma nova estrutura”, afirma Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Deixamos de comercializar só o chassi, que reconhecidamente tem baixo custo operacional, e agora nos preocupamos com a mobilidade, a operação e o passageiro do cliente. Colocaremos à disposição dele nosso portfólio de recursos.”

De acordo com Munhoz, essa nova visão da empresa vai gerar outra profunda modificação na relação com o cliente. “Vamos trazer e oferecer aos operadores, membros dos órgãos gestores do transporte público sobre rodas e demais autoridades o conhecimento que a Scania está adquirindo em diversas experiências ao redor do mundo em soluções para a mobilidade urbana eficiente. Seremos um intermediário entre eles e as realidades mundial e local”, explica o diretor.

Para essa nova fase foi criada, dentro da estrutura de Operações de Ônibus, a área de desenvolvimento do mercado de urbanos, que cuida da antecipação da compra e das necessidades do cliente, e faz uma análise de todas as possibilidades para oferecer a melhor solução. A equipe fará um estudo completo do sistema e da legislação que o operador precisa respeitar para buscar, em parceria, as melhores alternativas para um serviço rentável, econômico e ainda mais benéfico para a população.

Caso o operador atue em linhas regulares urbanas, a Scania vai ajudar a escolher os veículos ideais. Se ele atuar em corredores inteligentes, haverá definição em conjunto dos mais aconselháveis modelos alimentadores e troncais. Após a escolha do produto perfeito, será a hora dos serviços e do programa de manutenção adequado ao perfil da atividade.

Mas toda essa nova estratégia precisa estar em harmonia com o pensamento do operador, pois o veículo em dia com suas manutenções vai poder girar positivamente o círculo virtuoso da mobilidade eficiente, gerando significativos benefícios para todo o sistema de ônibus e a população. E, para fechar o negócio, a Scania vai oferecer a melhor solução financeira para efetivar a venda, por meio de instituições parceiras de financiamento, Scania Banco ou Consórcio Scania.

“Em 2030, mais de 60% da população mundial será urbana. Nas cidades, a qualidade de vida dependerá da mobilidade. O futuro exige cidades sustentáveis, com transporte público eficaz e organizado. A Scania está transformando o jeito de transportar pessoas, mudando ideias. Estamos apresentando nossa contribuição”, conclui Munhoz.

Sobre a Scania

A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões pesados, de ônibus e de motores industriais e marítimos. Os serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 42 mil colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa, Ásia e América Latina e com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2014, a receita líquida da Scania alcançou 92,05 bilhões de coroas suecas e o lucro líquido do exercício, após a dedução de impostos, foi de 6 bilhões de coroas suecas.

Outras publicações

A empresa Veracel repudia acusações feitas por João Alves Neto e emite nota explicativa Nota oficial emitida pela Veracel Diante das recentes declarações de João Alves Neto à imprensa, a Veracel Celulose S.A. vem a público para reafirmar...
Scania oferece linha completa de ônibus para a mobilidade urbana eficiente Sistema de transporte público tipo BRT Sistema de transporte público tipo BRT. Modelos são reconhecidos pela economia de combustível, disponibil...
Em sua mensagem de Páscoa, Papa reivindica solução pacífica para a Líbia Bento 16 lamentou que alegria pela ressurreição de Cristo seja ofuscada pela violência como na Líbia, e apelou à Europa para que acolha os refugiados ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br