OAB Bahia – Eleições 2015: Coragem para Renovar inaugura comitê de campanha

Grupo liderado pelo advogado Carlos Rátis lança espaço na Av. Manoel Dias.

Grupo liderado pelo advogado Carlos Rátis lança espaço na Av. Manoel Dias.

A chapa Coragem para Renovar – 77, liderada pelo advogado Carlos Rátis, inaugura nesta quinta-feira (29/10/2015), às 18h30, o comitê de campanha para as eleições da Ordem dos Advogados do Brasil, que acontecem no dia 25 de novembro. Localizado na Avenida Manoel Dias, na Pituba, em Salvador, o espaço reunirá candidatos e apoiadores da chapa 77, principal oposicionista à atual gestão da OAB-BA.

No lançamento do espaço, que será aberto à sociedade civil e à imprensa, o grupo que compõe a diretoria da chapa – composto pelos advogados Maurício Goes e Goes, na vice-presidência, Christianne Gurgel, na Secretaria Geral, Marcus Oliveira, na Tesouraria, e Paulo Marques, na Secretaria Adjunta- irá apresentar as principais propostas para a OAB nos próximos três anos.

Entre os principais projetos da chapa Coragem para Renovar está o resgate da interlocução da OAB-BA com o Tribunal de Justiça. “Criticar a gestão do TJ, personificar o problema, sem propor soluções não resolve. Ficarei na porta do gabinete do presidente o dia inteiro se preciso for para apresentar as demandas da sociedade e da advocacia baiana e sugerir saídas”, garante o candidato à presidência Carlos Rátis. “É coincidência a Justiça Baiana cair para o último lugar no ranking de qualidade do CNJ nos últimos três anos?”, questiona.

O grupo defende ainda a abertura das contas da OAB para aos associados. “Não podemos permitir que os advogados baianos não saibam detalhadamente o que é feito com o valor arrecadado. Todos esperavam da atual gestão o cumprimento da promessa de divulgação clara, diária e online dos gastos da instituição o que, de fato, não aconteceu”, lamenta o candidato a diretor tesoureiro da chapa 77, Marcus Oliveira.

Nos encontros com apoiadores da campanha, o grupo denuncia o atraso na publicação das prestações de contas da atual gestão, assim como a “nebulosidade” das justificativas dos gastos. “O que significa exatamente  serviços  de terceiros, que custam mais o que o repasse a todas as subseções juntas? Por que motivo as despesas com publicações financeiras cresceram  mais 400% de um ano para o outro sem qualquer justificativa plausível”, alfineta.

Ainda sobre o uso dos recursos da Ordem, o grupo defende a aplicação do princípio de isonomia dos investimentos no interior, estabelecendo critérios objetivos para a distribuição de recursos nas subseções, evitando distorções e privilégios. Conhecido entre os advogados pelos serviços prestados quando esteve à frente da Caixa de Assistência do Advogado (CAAB ), o advogado Davi Bellas destaca a priorização da defesa dos advogados.

“Precisamos garantir, em primeiro lugar, que os advogados possam exercer bem a sua função, e oferecer serviços que melhorem a sua qualidade de vida. Criar sedes que não oferecem nada aos profissionais não agrega nada”, criticou.

Davi foi presidente da CAAB e, com uma administração competente, deixou 4,2 milhões para a gestão seguinte. Saneou o falido Plano da Saúde OAB-Salus e implantou ações inovadoras para os advogados, como as vans de transporte gratuito, o SPA do Advogado, apartamentos em Salvador à disposição dos advogados do interior e uma assistência médica-odontológica de excelência.

O quadro completo de propostas da chapa 77 será apresentado no lançamento do comitê.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br