Novo prédio amplia capacidade de atendimento do SENAI Feira de Santana em mais de 60%

Convite para a inauguração da ampliação do Senai Feira de Santana.

Convite para a inauguração da ampliação do Senai Feira de Santana.

Em solenidade que reuniu políticos, dirigentes do Sistema FIEB, presidentes de sindicatos da indústria e empresários, foi inaugurada, nesta sexta-feira (16/10/2015), a ampliação do SENAI de Feira de Santana. Com 20 salas de aula e um laboratório de Logística, o novo prédio, batizado com o nome do ex-prefeito do município, Joselito Falcão de Amorim, vai possibilitar aumentar o número de alunos da unidade de 1.600 para 2.600, um acréscimo de 60% na sua capacidade de atendimento.

“A Bahia ainda tem muitas desigualdades regionais e Feira de Santana é o início de um trabalho iniciado há três anos com foco no resgate do interior do estado”, afirmou o presidente da FIEB, Ricardo Alban, que dedicou a inauguração à memória do ex-presidente da casa, Carlos Gilberto Farias, falecido em 2014.

Alban citou também a reconstrução da unidade do SESI de Feira de Santana, cuja primeira etapa deve ser entregue em fevereiro de 2016, além da implantação de um núcleo do IEL no município. Ele criticou os possíveis cortes de recursos que o Sistema S deve sofrer em todo o Brasil. “Mais uma vez o setor produtivo vai ser prejudicado, mas não deixará de dar sua contribuição ao país”, disse.

O diretor regional do SENAI, Luís Breda Mascarenhas, ressaltou que a unidade de Feira atende 18 municípios da região central – incluindo a segunda maior cidade baiana -, que vem crescendo os últimos anos. “Feira tem uma presença industrial expressiva, com 710 empresas e 25 mil postos de trabalho que requerem qualificação e aprimoramento profissional. Nosso papel é atender esta demanda”, pontuou.

Aluno do quarto módulo do curso técnico em Logística do SENAI, Michael Douglas Borges, 21, comemora a instalação de um laboratório para as aulas práticas. “Influencia muito na qualidade do curso, acaba servindo como um estágio, porque a gente consegue exercitar metodologias e adquire experiência”, analisou.

Dia do Empresário da Indústria

A inauguração do novo prédio do SENAI em Feira de Santana foi marcada pela realização do Dia do Empresário da Indústria da Região Central, uma iniciativa do Programa de Desenvolvimento Associativo e do Programa de Desenvolvimento Industrial (PDI) com foco nas micro, pequenas e médias empresas.

O evento, realizado ainda no âmbito do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), contou com a presença do economista e consultor da CNI, Eduardo Velho, que apresentou a palestra “Os Impactos da Política Econômica e do Cenário Financeiro Internacional sobre a Indústria e Comércio e a Gestão de Investimentos em 2015/2016”.

O especialista em mercado financeiro falou dos cenários atual e futuro da economia brasileira. Velho acredita que o país ainda terá, em 2016, um período de crise, alta de inflação e desemprego, mas que existem oportunidades de melhoria na estrutura econômica com aumento de competitividade, ativos mais baratos e mudança no patamar da taxa de câmbio impulsionando o ajuste de contas externas.

*Com informações da Fieb.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br