Morre aos 102 anos o advogado Edgar Silva; advogado era natural de Andaraí

Nascido em Andaraí, na Chapada Diamantina, Edgar Silva, cujo número de inscrição na Seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil era 642, diplomou-se em 1939.

Nascido em Andaraí, na Chapada Diamantina, Edgar Silva, cujo número de inscrição na Seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil era 642, diplomou-se em 1939.

Faleceu na tarde desta terça-feira (27/10/2015) o advogado Edgar Silva. Nascido em 17 de julho de 1913, era o advogado mais antigo em atividade na Bahia, que apesar dos 102 anos continuou em atividade e em completa lucidez até o último dia de vida. O sepultamento será nessa quarta-feira (28/10), às 16h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. Uma missa será celebrada às 15h30.

Nascido em Andaraí, na Chapada Diamantina, Edgar Silva, cujo número de inscrição na Seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil era 642, diplomou-se em 1939, pela antiga Faculdade de Direito da Bahia, atual Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia. Embora atuasse em quase todas as áreas, a sua especialidade era o Direito Agrário, desde os tempos em que integrou os departamentos jurídicos do escritório baiano do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb).

Deixa a viúva Conceição Leão, cinco filhos – a desembargadora aposentada Aidil Conceição, o médico urologista Venceslau Silva, a professora e servidora pública municipal aposentada Lídia Matos, o diretor da Sudic, Sérgio Roberto Silva, e Guilherme Silva Neto, frutos de seu casamento com Francisca Celina Souza Silva, já falecida –, 11 netos e dez bisnetos.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br