Governo da Bahia entrega a comunidades quilombolas ferramentas para cultivo de ostras

Equipamento para o cultivo de ostras.

Equipamento para o cultivo de ostras.

Produtores de ostras dos quilombos localizados no distrito de Iguape serão beneficiados neste sábado (03/10/2015), com a doação de ferramentas para o desenvolvimento da ostreicultura na região. As ferramentas serão entregues pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura da Bahia (Seagri), durante a VII Festa da Ostra, que acontece sábado e domingo (3 e 4) no Recôncavo da Bahia. Serão doados 150 “travesseiros” (locais onde ficam depositadas as sementes de ostras, conhecidas como cria de ostras, para crescimento) com capacidade para 60 ostras cada, e nove caixas vazadas, para o manuseio e transporte das ostras.

Os aquicultores também receberão da Bahia Pesca um comprovante de dispensa de licenciamento ambiental para seus empreendimentos, obtido pela empresa no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Mais de 30 famílias serão beneficiadas com as doações.

Assistência técnica

Os técnicos de ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) da Bahia Pesca acompanham as atividades aquícolas de Iguape desde 2008, quando o projeto de ostreicultura foi implantado no município. “Orientamos os produtores durante todo o processo, desde a coleta das sementes no manguezal, montagem das mesas (estruturas de sustentação dos travesseiros), instalação dos travesseiros e a limpeza das ostras com retirada de organismos. Desta forma, a produção anual do município de Iguape chega a 90 mil ostras, valor que vai aumentar 10% com a chegada das novas ferramentas”, explica o biólogo da Bahia Pesca, Brunno Falcão.

Licenciamento ambiental

Para adequar a ostreicultura local à legislação ambiental vigente, o setor de licenciamento ambiental da Bahia Pesca solicitou ao Inema a dispensa de licença ambiental para os produtores envolvidos com a ostreicultura nas comunidades quilombolas do Kaonge, Engenho da Ponte e Dendê. “Uma vez que a atividade não realizará o lançamento de efluentes nas águas e não oferece desequilíbrio nem degradação ambiental ao habitat natural, a isenção foi concedida e será entregue aos representantes locais durante o evento”, afirma Brunno.

O evento

A VII Festa da Ostra, evento anual desde 2009, tem o como objetivo divulgar, comercializar e fortalecer a cadeia produtiva dos produtos das comunidades pertencentes ao município de Iguape. Os pratos servidos na festa são feitos com azeite de dendê artesanal produzido pelas próprias comunidades e utilizam diversos outros ingredientes cultivados localmente, gerando uma movimentação comercial que beneficia as famílias que produzem no local.

Outras publicações

Governo da Bahia lança programa para reduzir consumo de água e energia Um decreto do governador Jaques Wagner, que será publicado no Diário Oficial desta terça-feira (11), institui no âmbito do poder executivo estadual o ...
Eleições 2014 – Bahia: lideranças da RMS manifestam apoio à pré-candidatura de Moema Gramacho Moema Gramacho recebe apoio. Lideranças da região metropolitana confirmaram apoio à pré-candidatura de Moema Gramacho a deputada federal, em plenári...
Bahia potencializa cadeia produtiva da abelha através da pesquisa Laboratório da Seagri produz estudos sobre apicultura. As pesquisas produzidas no Laboratório de Abelhas (LABE), do Centro Tecnológico da Agropecuár...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br