Governo da Bahia autoriza recuperação de atracadouros rem Morro de São Paulo

Atracadouro de Morro de São Paulo,  distrito de Cairu.

Atracadouro de Morro de São Paulo, distrito de Cairu.

Atracadouro da Gamboa do Morro, distrito de Cairu.

Atracadouro da Gamboa do Morro, distrito de Cairu.

Chegar a Morro de São Paulo e Gamboa do Morro, distritos de Cairu, no baixo sul da Bahia, é possível apenas pelo ar ou pelo mar. Situadas em uma ilha, onde não é permitida a entrada de carros nem por balsa, as duas localidades atraem turistas do mundo inteiro pelas suas belezas naturais. Para facilitar a vida de visitantes e de quem mora na região, estão sendo recuperados os três principais terminais atracadouros – em Gamboa, em Morro e em Ponta do Curral, no município de Valença -, por onde passam diariamente cerca de duas mil pessoas na alta estação.

Os terminais estão sendo pintados, vão ganhar câmeras de monitoramento e os píeres recebem pisos de madeira de lei. Em Ponta do Curral e Gamboa do Morro, foram instaladas praças de alimentação e os flutuantes dos atracadouros estão sendo reforçados com fibra de vidro, para não se degradarem com a ferrugem. Em Ponta do Curral, o salão de passageiros também passa por ampliação.

De acordo com o coordenador de terminais da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), Neomilton Nogueira, a recuperação dos atracadores reforça o turismo na região. “Os terminais hidroviários de Morro de São Paulo, Gamboa do Morro e Ponta do Curral formam um sistema para quem quer visitar os melhores pontos turísticos da região. Antes da reforma, os atracadouros não teriam condições de atender à demanda de visitantes que escolhem essa parte do território baiano para conhecer e se divertir. Hoje a situação é outra. Estamos preparados, inclusive com todos os flutuantes recuperados, para acolher os turistas”.

Melhorias

A reforma beneficia turistas como uruguaio Diego Perez, 27 anos, que está encantado por Morro de São Paulo. “Eu acho que aqui tem muita natureza, é um atrativo turístico muito bom e tem infraestrutura comercial. Vale a pena vir e voltar depois”. Já Arlete Argolo, proprietária de uma operadora de turismo em Morro de São Paulo, afirma que os equipamentos são fundamentais para quem trabalha na área. “As pessoas que vêm via Valença passam por estes atracadouros. Com a reforma, vai melhorar para o encostamento dos barcos, do turista, e os embarques e desembarques serão mais rápidos. Vai melhorar em tudo. Veio em boa hora, com o verão chegando”.

Marinheiro há 15 anos, Carlos Luís Pereira passa os dias realizando os trajetos entre os três atracadouros, levando turistas, moradores e transportando mercadorias e insumos que são consumidos na Gamboa e em Morro. “Antes, o píer era muito fraco. O atracamento era ruim, a ponte caiu e já foi consertada. Para mim, está melhorando a cada dia que passa. Isso [a recuperação] é importante por causa dos moradores e do turismo, que é muito forte aqui na região”.

Ronaldo Martins, 55 anos, comerciante e morador de Gamboa do Morro, ressalta que a reforma do atracadouro é importante para a comunidade inteira. “Do jeito que está, às vezes, causa acidentes. Agora vai melhorar muito, para o turismo, para o comércio e para a comunidade”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br