Edição 2015 do festival de Lençóis deve atrair 30 mil pessoas à Chapada Diamantina

Edição 2015 do festival de Lençóis deve atrair 30 mil pessoas.

Edição 2015 do festival de Lençóis deve atrair 30 mil pessoas.

Começa nesta sexta-feira (09/10/2015), na Chapada Diamantina, a 17ª edição do Festival de Lençóis. O evento tem o patrocínio do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, e é um atrativo a mais para as pessoas que planejam visitar um dos principais destinos turísticos da Bahia neste feriado prolongado. A organização da festa tem a expectativa de levar aproximadamente 30 mil pessoas para a região, até o show da Baiana System, última banda a subir ao palco, no domingo (11).

Mais uma vez, o evento apresenta na Praça Horácio de Mattos uma grade musical que deve agradar diferentes gostos. Entre as atrações nacionais, estão Pedro Mariano, Leo Jaime e Diogo Nogueira. Entre as bandas que embarcam de Salvador, a Baiana System e Scambo. A cantora Márcia Castro é outra baiana que deve fazer balançar a praça com seu show bom de assistir e dançar. As atrações locais também estão na mira do público, que sempre se surpreende com o belo trabalho que levam para o festival. Este ano, a cidade anfitriã está representada musicalmente pelos grupos Choro Labuta, Helio Bahia e banda, Griô e Raiz do Vento.

Nesta edição, o Festival de Lençóis apresenta uma mensagem pelo meio ambiente, diante das queimadas que estão acontecendo em algumas regiões da Chapada Diamantina. Os artistas se engajarão na causa e convocarão o público a abraçar a bandeira contra os incêndios, tendo cuidado com pontas de cigarro, uso de velas e outros materiais inflamáveis perto das matas. O evento apoia a campanha Bahia contra o Fogo.

Shows

Baiana radicada em São Paulo, Márcia Castro fará show inspirado em seu mais recente álbum, intitulado ‘Das Coisas que Surgem,’ no primeiro dia do festival. Será a última apresentação na Bahia, pois a artista se dedicará logo em seguida aos ensaios para o Pipoca Moderna 2016, onde apresentará uma prévia do novo trabalho que será produzido no próximo ano. No repertório, além das canções do novo CD, músicas de seus trabalhos anteriores, como ‘De Pés no Chão’ e ‘Frevo Pecadinho’. A apresentação da artista acontece logo após show de abertura, que será realizado pelo grupo local Choro Labuta, na sexta.

Na sequência, o cantor Leo Jaime apresenta ‘O Intimista’, show no qual relembra os maiores sucessos dos seus 30 anos de carreira, a exemplo das canções ‘Diz’, do seu último CD Todo Amor, ‘Tchau’, parceria do cantor com Rita Lee, e ‘O Pobre’, uma nova versão que faz parte da trilha sonora do filme ‘Até Que a Sorte nos Separe ‘(2012). O encerramento da noite fica com o show de Hélio Bahia e Banda.

A segunda noite de festa – sábado, 10 – começa com o som do grupo local Griô. Em seguida, sobe ao palco uma das atrações mais aguardadas do festival, o cantor e compositor Pedro Mariano. Considerado um dos maiores intérpretes brasileiros da atualidade, o artista fará um show à moda antiga, pela variedade de gêneros, e ao mesmo tempo atual, pela sonoridade apresentada. No repertório, ‘Simplesmente’, ‘Quase Amor’ e ‘Voz no Ouvido’, entre outros sucessos do álbum 8 e do seu último trabalho, ‘Pedro Mariano e Orquestra’ (CD e DVD).

Na mesma noite, a banda Scambo mostra sua em clima de comemoração pelos 15 anos de formação do grupo. Liderada por Pedro Pondé, é uma das bandas mais conhecidas e influentes da cena baiana, tendo sua musicalidade divulgada nacionalmente este ano ao participar do programa Super Star da Rede Globo. No repertório, os clássicos ‘Sol de Ninguém’, ‘A Carne dos Deuses’ e ‘O Rato’, além das canções do álbum ‘Flare’, gravado no formato acústico. A banda Zion encerra o segundo dia de apresentações.

Ficou para domingo (11), o último de festa, o burburinho previsto em torno do show do cantor e compositor Diogo Nogueira. O artista promete mostrar as canções do seu mais novo CD, que tem o sugestivo título de ‘Porta Voz da Alegria’. É garantida a interpretação de ‘Tenta a Sorte’, atual música de trabalho, ‘Alma Boêmia’ e ‘Clareou’. Ainda no repertório, canções de Arlindo Cruz, Almir Guineto e Xande de Pilares e antigos sucessos.

No mesmo dia acontecem os shows da banda Raiz do Vento e da Baiana System, que encerrará o evento mostrando toda a sua musicalidade fundamentada na guitarra baiana e na força da base percussiva de ritmos afro-latinos como frevo, pagode, samba-reggae, afoxé, kuduro e merengue.

Outras publicações

Vale do Pati, na Chapada, recebe título de melhor Roteiro do Brasil Com paisagens exuberantes e trilhas que atraem turistas de várias partes do mundo apaixonados por aventura, o Vale do Pati, no município de Andaraí, n...
Literatura de Cordel em foco na Chapada Diamantina A literatura de cordel chegou ao Brasil com os portugueses e no Nordeste encontrou terra fértil e se fortaleceu. Para quem deseja conhecer um pouco ma...
Franceses virão à Bahia para implantação de cooperativa de vinhos na Chapada Diamantina, anuncia governo Delegação do Governo da Bahia durante visita à França. Nesta quinta-feira (27/10/2016), o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural, ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br